Teoria

PRÉ-LANÇAMENTO: segunda edição de “A revolução e o negro”! Confira a agenda de lançamentos

Já está em pré-lançamento a segunda edição, revisada e ampliada, de A revolução e o negro – textos do trotskismo sobre a questão negra, que vem cheia de novidades. Para marcar o mês da consciência negra e a publicação, as Edições Iskra, o Esquerda Diário e o MRT programam uma série de lançamentos em diferentes estados do país.

quarta-feira 13 de novembro| Edição do dia

Publicado pela primeira vez em 2015, o livro recebe agora uma segunda edição que conta com 13 textos adicionais, muitos deles inéditos em português, projeto gráfico reformulado e nova organização. O volume, que traz “Introdução” de Marcello Pablito e Daniel Alfonso, é dividido em cinco partes que oferecem ao leitor uma visão panorâmica, sem deixar de ser profunda, dos debates do movimento trotskista em meados do século passado sobre o tema que dá título à obra, emprestado do artigo homônimo de George Breitman A revolução e o negro. Como diz Sean Purdy, que assina a orelha, o livro “traz textos seminais sobre a questão racial [...] escritos pelos mais importantes trotskistas dos anos de 1930 a 1950.”

A primeira parte, “Racismo, capitalismo e revolução”, conta com cinco textos, dos quais dois já haviam sido publicados na primeira edição – o carro-chefe da publicação e “Quando surgiu o preconceito contra o negro”, de George Breitman – e três novidades: “O lugar do negro é na vanguarda”, de C. L. R. James, o “Caráter de classe da Constituição”, de Peter Hansen, e “A questão negra”, conjunto de resoluções do IV Congresso da III Internacional Comunista, com tradução direta do russo. Já segunda parte, “O papel da resistência negra contra a guerra” traz um inédito “Um chamado aos povos das colônias”, artigo do periódico Socialist Appeal [Apelo socialista] e o já publicado artigo de James “Por que os negros devem se opor à guerra”.

Encerrando o volume, que conta com um bastante completo caderno de imagens, a seção dedicada à luta das mulheres negras na linha de frente contra o apartheid na África do Sul, com texto introdutório “As mulheres africanas na linha de frente da luta anti-apartheid”, de Letícia Parks a dois textos de caráter histórico que buscam reconstituir o clima dos turbulentos anos de 1950.

Com projeto gráfico de Victor Bernardes, a edição caprichada traz, ainda, uma breve biografia dos autores, um índice de nomes e referências citados nos textos e uma engenhosa linha do tempo trazendo alguns marcos da luta negra em geral, com destaque para aquelas que formam o pano de fundo dos debates condensados na edição.

Além da orelha do professor de história dos Estados Unidos na FFLCH-USP, conta com quarta capa de Flávio Gomes, professor da UFRJ, e de Renata Gonçalves, professora da Unifesp.

***

Preço promocional de pré-lançamento e nas atividades: R$ 25,00. Para adquirir o seu, entre em contato com as Edições Iskra pelo Facebook: https://www.facebook.com/EdicoesISKRA/

Confira a agenda de lançamentos:

E os eventos no Facebook:
RJhttps://www.facebook.com/events/2824917174193983/
SPhttps://www.facebook.com/events/528654907714098/
Natal-RN: https://www.facebook.com/events/2423617361186458/




Tópicos relacionados

Quilombo Vermelho   /    negras e negros   /    Revolução   /    Teoria   /    Negr@s

Comentários

Comentar