Política

ATOS EM DEFESA DO GOVERNO DO PT

Fortes manifestações contra o golpismo institucional por todo o país neste dia 31

As direções governistas buscaram transformar os atos em mera defesa do governo, mas amplos setores críticos ao governo do PT se somaram para protestar contra o impeachment e o golpismo institucional

quinta-feira 31 de março de 2016| Edição do dia

Neste dia 31 de março, no aniversário de 52 anos do golpe militar de 1964, manifestações contra o golpismo institucional em curso ocorreram em todos os estados do país e no Distrito Federal.

As manifestações ocorrem num momento em que a direita avança em manobras golpistas do poder judiciário e do parlamento para tentar impor um novo governo que implemente ataques à classe trabalhadora e entrega dos recursos naturais e do patrimônio público nacional num patamar ainda maior do que já está sendo feito pelo governo do PT. Nestes atos, as direções políticas, sindicais e populares do PT utilizam o justo sentimento das pessoas que rechaçam o golpismo institucional para legitimar os ajustes do governo Dilma e os ataques o PT buscará implementar de forma demagógica mas não menor a partir de uma eventual posse de Lula como ministro.

Mas muitos trabalhadores e jovens que vão rechaçar o impeachment e a Lava Jato nesses atos não avalizam os ataques e os métodos corruptos que o PT assimilou para governar o Estado capitalista. Para dialogar com esses setores, em assembleia desse mesmo dia 31 o Sindicato dos trabalhadores da USP aprovou uma exigência à CUT e demais centrais sindicais que rompam com sua subordinação ao governo e organizem assembleias de base para que os trabalhadores possam impulsionar um plano de lutas contra o impeachment e os ataques do governo do PT. Veja intervenção de Marcelo Pablito, trabalhador da USP

Uma das falas de Marcelo Pablito do MRT, na assembleia do SINTUSP faz defesa de chamado a CSP Conlutas a lutar contra o golpismo institucional e os ataques do PT

Publicado por Esquerda Diário em Quinta, 31 de março de 2016

BRASÍLIA

Em Brasília a Concentração foi no Estádio Mané Garrincha) e seguiu até o Congresso Nacional. Organizadores estimaram 200 mil pessoas presentes na manifestação. PM estimou 50 mil. Ao falar no caminhão de som em frente ao Congresso, a atriz Letícia Sabatella disse ser contra ações promovidas pelo governo, como as políticas ambientais, afirmou não entender a ministra Kátia Abreu na equipe da presidente Dilma e citou até o acidente de Mariana em seu discurso, mas ressaltou que o impeachment é "um golpe contra a democracia".

RIO DE JANEIRO

No Rio de Janeiro, de acordo com manifestantes, o ato no Largo da Carioca, reuniu 80 mil pessoas. A PM deste estado não divulgou estimativa de manifestantes. Houveram atos também em Barra Mansa, Campos Goitacazes e Paraty.

SÃO PAULO

Segundo o Datafolha, 40 mil pessoas participaram de ato na Sé, centro de São Paulo. Segundo organizadores, houveram 60 mil. Houveram atos também em Pindamonhangaba, Campinas, Ribeirão Pires, São Carlos, Sertãozinho (org.: 300 pessoas), São José do Rio Preto (org.: 150 pessoas).

RIO GRANDE DO SUL:
Em Porto Alegre, a Brigada Militar estima calculou a presença de 18 mil pessoas no ato. Já a organização estimou a participação de 80 mil pessoas. Após uma concentração no Centro da cidade o grupo seguiu em caminhada até o Largo Zumbi dos Palmares. Houveram manifestações também em Erechim, Ijuí, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Maria, Santa Rosa, Santana do Livramento, Três Passos. O organizadores divulgaram um total de 20 mil pessoas no interior do estado.

BAHIA:
Salvador, caminhada da Piedade ao Campo da Pólvora. Segundo organizadores, estiveram presentes 30 mil; para PM, foram 12 mil. Em Araci, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais organizadores cantaram 500 manifestantes; PM contou 50. Em Feira de Santana, Praça do Nordestino, organizadores anunciaram a presença de 3 mil pessoas.
Houve ato também em Guanambi, na Praça do Feijão. Em Lhéus, na Praça da Catedral, organizadores divulgaram 1.500 pessoas. Juazeiro, Antigo vaporzinho (Orla de Juazeiro), para organizadores foram 5 mil pessoas. Cidade Valença, Praça da República, para organizadores foram 100 pessoas. Teixeira de Freitas, Campus X da UNEB e UFSB.

CEARÁ: Fortaleza, Praça da Bandeira (Caminhada até o Centro Dragão do Mar), para organizadores foram 50 mil pessoas. Em Sobral, no Arco da cidade, org. divulgaram 500 manifestantes.

MINAS GERAIS: Em Belo Horizonte, na Praça da Estação, organizadores anunciaram a presença de 40 mil pessoas; PM divulgou 500 pessoas. Houveram atos também em Juiz de Fora, Montes Claros, Poços de Caldas, São Lourenço e Varginha.

PARÁ: Belém, na Praça da Leitura, organizadores divulgaram 30 mil pessoas.

PERNAMBUCO: Em Recife, na Praça do Derby, para os organizadores estiveram presentes 40 mil pessoas. Houveram atos também em Caruaru, Floresta, Garanhus, Petrolina (org. 1.200 pessoas), Tabira, Ouricuri, Santa Maria da Boa Vista, Vitória de Santo Antão, Moreno, Serra Talhada e Bel Monte. Segundo os organizadores, os manifestantes no interior do estado totalizaram 20 mil.

RIO GRANDE DO NORTE: Natal, org.: 20 mil pessoas. Mossoró, org.: 3.500 pessoas. Pau Ferros.

PARAÍBA: Atos em João Pessoa e Campina Grande, onde organizadores divulgaram a presença de 12 mil pessoas e a PM de 2.500. Em Cajazeiras, organizadores divulgaram 1.200 pessoas e PM 500. Houveram atos também em Guarabira e Uiraúna.

PARANÁ: Curitiba, Praça Santos Andrade, organizadores calcularam 5 mil. Houveram atos também em Foz do Iguaçu e Londrina (org: 1.000 pessoas), Cascavel (org: 5 mil pessoas), Laranjeiras do Sul e Maringá.

ESPIRITO SANTO: Vitória, no Teatro Universitário da UFES e na Assembleia legislativa do ES. Organizadores divulgaram 2 mil pessoas presentes.

GOIÁS: Goiânia, Praça Cívica, organizadores estimaram 2 mil pessoas; PM calculou 500.

MARANHÃO: São Luis, Praça João Lisboa (Concentração). Ato Político na Deodoro. Organizadores calcularam 1.000 pessoas. Balsas, Ato na Avenida Litorânea. Imperatriz, Praça de Fátima, organizadores anunciaram 500 pessoas.

AMAPÁ: Cerca de 300 pessoas fizeram protesto a favor da presidente Dilma no centro de Macapá, segundo os organizadores do protesto, 300 pessoas participaram. O ato aconteceu no Centro de Convenções Azevedo Picanço, e teve apresentações de poetas, peças de teatro e música.

ACRE: Artistas, capoeiristas, integrantes de movimentos ligados aos direitos das mulheres e negros e estudantes realizam na Praça da Revolução, Centro de Rio Branco, um ato cultural.

GOIÁS: Grupo que protesta em Goiânia deu a volta na Praça Universitária, ainda gritando palavras de ordem.

AMAZONAS: Ato em Manaus, “Sarau da Democracia” (Praça de São Sebastião); e em Itacoatiara, no Bosque das Seringueiras.

ALAGOAS: Ato em Maceió, na Praça do Montepio, encerrou com festival de cultura na Praça dos Martíres. Segundo organizadores, estiveram presentes 4 mil pessoas.

MATO GROSSO: Cuiabá, Praça Alencastro, organizadores anunciaram 400 pessoas.

MATO GROSSO DO SUL: Campo Grande, Concentração na Avenida Afonso Pena com a Rua 14 de Julho.

PIAUÍ: Em Teresina, para organizadores houveram 1.000 pessoas; para a PM 500.

RONDONIA: Porto Velho, org.: 100 pessoas. Jí-Paraná, org: 1.000 pessoas.

RORAIMA: Boa Vista, org.: 700 pessoas,

SANTA CATARINA: Florianópolis, org.: 3 mil pessoas / PM: 900 pessoas. Joinville, para PM foram 60 pessoas. Chapecó, org.: 550 pessoas.

SERGIPE: Aracajú, ato na Praça General Valadão (org.: 30 mil pessoas).

TOCANTINS: Palmas.

ATOS INTERNACIONAIS

Cidade: Amsterdã (Holanda)
https://www.facebook.com/events/929047900547877/
Cidade: Berlim (Alemanhã)
https://www.facebook.com/events/1794707547415247/
Cidade: Barcelona (Espanha)
https://www.facebook.com/events/954267841323084/
Cidade: Bogotá (Colômbia)
https://www.facebook.com/events/568595079970999/
Cidade: Braga (Portugal)
Cidade: Buenos Aires (Argentina)
https://www.facebook.com/events/135527493508887
Cidade: Ciudad do México (México)
https://www.facebook.com/events/1036349339760008/
Cidade: Coimbra (Portugal)
https://www.facebook.com/events/1733795590223510/
Cidade: Copenhague (Dinamarca)
https://www.facebook.com/events/1267945199888719/
Cidade: Hamburgo (Alemanhã)
https://www.facebook.com/events/1741528832767633/
Cidade: Lisboa (Portugal)
Cidade: Londres (Inglaterra)
https://www.facebook.com/events/347223575402116/
Cidade: Madrid
Cidade: Montevideo (Uruguai)
Cidade: Montreal (Canadá)
https://www.facebook.com/events/942817875833846/
Cidade: Munique (Alemanha)
https://www.facebook.com/events/1705901246331484/1709507682637507/
Cidade: Münster (Alemanha)
https://www.facebook.com/events/192510357799315/
Cidade: Nova York (Estados Unidos)
https://www.facebook.com/events/533431423498135/
Cidade: Paris
https://www.facebook.com/events/1649103942019535/
Cidade: São Francisco (Estados Unidos)
https://www.facebook.com/events/1079890518746503/
Cidade: Santiago de Chile
https://www.facebook.com/events/862704053852633/
Cidade: Utrecht (Holanda)
https://www.facebook.com/events/231171923903308/
Cidade: Viena (Austria)
https://www.facebook.com/events/485247681662229/
Cidade: Washington (Estados Unidos)
https://www.facebook.com/events/553407744827579/




Tópicos relacionados

Política

Comentários

Comentar