Internacional

GEORGE FLOYD

Os Democratas que apoiam os policiais estão recebendo crédito pela prisão de Derek Chauvin

O Partido Democrata observa pacificamente a polícia assassinar pessoas como foi com George Floyd, sempre permanecendo em silêncio, mas quando as massas se levantam, seus membros fazem de tudo para levar os créditos.

quarta-feira 21 de abril| Edição do dia

A Polícia dos Estados Unidos mata centenas de pessoas todos os anos. Eles raramente são sequer processados, para não mencionar condenados. Derek Chauvin, no entanto, foi condenado pelo assassinato de George Floyd nas três acusações que recebeu. O júri levou apenas cerca de 10 horas de deliberação para chegar a uma decisão unânime.

A expressão de surpresa no rosto de Chauvin foi reveladora. Os policiais acreditam que podem escapar impunes de qualquer coisa. Os policiais acreditam que raramente serão acusados ​​e sempre serão absolvidos. Em um país que protege policiais, sua condenação foi histórica.

Agora o Partido Democrata, incluindo Joe Biden e Kamala Harris, está assumindo o crédito. Eles afirmam que a condenação é a prova de que o sistema funciona, embora “ainda haja muito trabalho a ser feito”, como disse Biden em um discurso após o anúncio do veredicto. Biden e Harris estão apoiando o cinicamente chamado “George Floyd Justice in Policing Act”, que na verdade daria mais dinheiro aos policiais.

Mas o “X da questão” permanece. Esta não é uma vitória do Partido Democrata, nem de seus representantes da comunidade negra. Chauvin assassinou George Floyd em Minneapolis. Os democratas controlam Minnesota e Minneapolis. A senadora Amy Klobuchar (Democrata de Minnesota) e outros políticos sabiam do histórico de Chauvin de estrangulamento e assassinato. Ele tinha passagens racistas que não foram punidas. Não é de admirar que ele tenha ficado chocado com o fato de que o assassinato o levou à condenação.

O que é diferente desta vez são as revoltas em andamento nos Estados Unidos e em todo o mundo em nome da Black Lives Matter. Pessoas foram às ruas, delegacias de polícia foram incendiadas, assembleias populares foram formadas e cidades foram ocupadas por manifestantes. Os sindicalistas fecharam os portos da Costa Oeste e ocorreram Greves pelas Vidas Negras em todo o país. Protestos com milhares de pessoas ocorreram em todo o mundo, cada uma adicionando o nome de George Floyd às suas próprias vítimas locais assassinadas pela polícia. Pequenas cidades em estados rurais protestaram. Mesmo depois que os líderes do Black Lives Matter procuraram desmobilizar as pessoas das ruas, com a tentativa de transferir seu ativismo nas ruas para votar nos democratas nas urnas, a fúria e a desconfiança não cessaram. Isso não vai acabar. Isso não pode acabar.

É essa revolta que explica porque Chauvin foi acusado e condenado. O partido político do imperialismo “interseccional” não merece nenhum crédito. O Partido Democrata observa a polícia assassinar pessoas como George Floyd e permanece em silêncio, mas quando as massas se levantam, leva o crédito.

Devemos continuar a nos levantar e lutar contra a polícia e o sistema capitalista que eles protegem. Precisamos construir um movimento que responda com ações da classe trabalhadora sempre que a polícia nos agredir ou nos matar. Avançar com uma estratégia independente do Partido Democrata imperialista é o que se precisa para mais vitórias. Precisamos criar um cenário em que a polícia não ouse nos atacar. E, em última análise, precisamos construir um sistema que consiga abolir a polícia - esse sistema é o socialismo.




Tópicos relacionados

Partido Democrata   /    Justiça para George Floyd   /    George Floyd   /    Black Lives Matter   /    Governo Biden   /    Internacional

Comentários

Comentar