Sociedade

EDUCAÇÃO

Ocupação Escola Estado do Rio Grande do Sul: "Governador sem virtude quebra o cadeado"

Nesse domingo, 20 de setembro, os tradicionalistas comemoram a chamada "Revolução Farroupilha". Mas a comunidade da Escola Rio Grande do Sul, assim como todos os trabalhadores gaúchos, nada têm a comemorar. A ocupação realizou um ato cantando uma paródia do hino do RS em frente ao Palácio Piratini e uma performance em memória dos Lanceiros Negros massacrados na batalha de Porongos.

domingo 20 de setembro| Edição do dia

Fotos: Diego Nunes

Eduardo Leite (PSDB) no início do mês mandou quebrar o cadeado da escola para saquear a documentação dos alunos e assim fechar mais uma escola seguindo sua política de passar a boiada na educação. A comunidade foi consultada pela direção e conselho escolar sobre a solicitação, por parte do governo Leite, da chave da escola e decidiu defender o direito à educação de seus filhos.

Membros da comunidade escolar e movimentos sociais que ocupam a escola que leva o nome do Estado do Rio Grande do Sul, contra seu fechamento arbitrário por Leite e Faisal Karam (Sec. da Educação), cantaram a sua versão do hino do Estado com uma parte dizendo: "governador sem virtude quebra do cadeado".

No final do ato se realizou uma performance em memória dos Lanceiros Negros, escravos que lutaram na guerra dos farrapos sob a promessa de liberdade e que ao final foram assassinados na batalha de Porongos em 1844.

Pode lhe interessar: A farsa farroupilha o preço da liberdade para os lanceiros negros

A farsa farroupilha Bento Goncalves o heroi escravocrata

Dia 20 de Setembro o que é comemorado pelos gaúchos




Tópicos relacionados

Ocupação Escola   /    Sociedade   /    Educação   /    Cultura   /    [email protected]   /    Política

Comentários

Comentar