Economia

CRISE CAPITALISTA

Em jantar de luxo com Bolsonaro, empresário afirma que o governo tem que ser muito aplaudido

Ao contrário do que ocorre em centenas de milhares de janelas pelo país quando Bolsonaro se pronuncia, entre os empresários o presidente é ovacionado.

sexta-feira 9 de abril| Edição do dia

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Segundo empresário Washington Cinel, se referindo às “reformas estruturantes” de Paulo Guedes, o governo está “trabalhando 24 horas” por dia para salvar a economia, ou seja, para descarregar a crise sobre os trabalhadores e garantir os lucros dos capitalistas. Washington é dono de duas empresas, uma de segurança (Gocil) e outra de alimentos (Broto Legal), e compõe a casa que recebeu Bolsonaro e ministros em jantar de luxo com empresários nessa última quarta-feira (7).

O empresário ainda afirmou, em entrevista à folha.uol: “eu acho que o governo tem muito motivo para ter aplauso”. Se referia às palavras vazias de Bolsonaro ao repetir que “estamos coordenando esforços” para a ampliar a vacinação.

O interesse sobre a vacinação no entanto por parte dos empresários não é exatamente uma preocupação pela saúde dos trabalhadores, mas sim pela manutenção dos lucros. O empresário afirma: "Meu interesse único é aumentar e vacinar o último brasileiro o mais rápido possível. Sabe por quê? O cara fica doente, não vai trabalhar, você precisa contratar outro. O que nós estamos perdendo com isso é incrível a nível econômico. Esse é o grande problema, além das mortes, logicamente, que vêm ocorrendo"

O “grande problema” na visão dessa elite brejeira e infame é o trabalhador não ir trabalhar e as perdas econômicas que isso envolve para o patrão. Faz sentido que empresários tenham muitos motivos para aplaudir o governo Bolsonaro, ao contrário de ser um “desgoverno” ou um governo incompetente o governo Bolsonaro embora débil é competente em descarregar a crise sobre as costas da classe trabalhadora e pobre com o desemprego, a precarização, o arroxo salarial, ataques aos direitos trabalhistas mais elementares, sem esquecer que tudo isso contando com o silêncio das grandes centrais sindicais (como CUT e CTB). É competente com isso em proteger os interesses e os lucros dos capitalistas custe quantas mortes isso custar na pandemia. Do lado de cá é preciso lembrar que nossas vidas valem mais que os lucros deles e é preciso auto organização dos trabalhadores e trabalhadoras para reverter esse jogo macabro e fazer com que sejam os capitalistas que paguem pela crise.




Tópicos relacionados

BolsonaroGenocida   /    Empresariado   /    Crise Sanitária   /    bolsonarismo   /    Crise capitalista   /    Que os capitalistas paguem pela crise!   /    Economia   /    Política

Comentários

Comentar