Educação

A BASE DEVE DECIDIR!

Chamamos a Oposição a defender uma consulta virtual à categoria sobre eleições no SINPEEM

Publicamos abaixo o chamado do Movimento Nossa Classe Educação a Oposição a defender uma consulta virtual à categoria sobre eleições no SINPEEM

segunda-feira 13 de abril| Edição do dia

Vivemos um momento delicado e sensível no país, podendo chegar a cerca de 2 mil mortes em decorrência da gestão capitalista dos efeitos do coronavírus. Tem sido frequente as notícias tristes e revoltantes, pelo nível de irresponsabilidade dos governos. Bolsonaro com seu negacionismo e se negando a tomar medidas urgentes para combater a pandemia na população, responde apenas aos interesses dos empresários milionários que priorizam seus lucros à vida dos trabalhadores.

Já Doria e os governadores, que demagogicamente dizem defender e valorizar a vida, sequer disponibilizam testes massivos para que as pessoas possam saber se estão contaminadas e assim organizar de forma racional as quarentenas. A saída que propõem governadores como Doria em São Paulo e Witzel no Rio de Janeiro é a repressão, com a polícia prendendo quem não respeitar suas quarentenas indiscriminadas. Com as MPs de Bolsonaro à serviço dos patrões, para muitos trabalhadores é deixado somente a triste escolha entre a vida e o sustento de suas famílias.

Nem Bolsonaro, os militares, nem Doria e nem Maia estão de fato preocupados com as nossas vidas. Por isso, nesse momento os sindicatos e centrais sindicais, tem um papel urgente e decisivo de exigir medidas concretas a estes demagogos, e organizar campanhas de solidariedade entre os trabalhadores, que mostrem que não é verdade que a nossa única saída é esperar desolados o fim da quarentena em casa, sem saber quem volta depois.

É nesse cenário de combinação da pandemia e a crise econômica de proporções históricas que nos deparamos com a tentativa da direção majoritária do SINPEEM de realizar um processo extremamente antidemocrático ao invés de batalhar por medidas concretas dos governos e organizar nossa categoria para responder a altura essa crise.

A direção atual de Claudio Fonseca (vereador do Cidadania, ex PPS) quer impor uma eleição virtual completamente antidemocrática, que se for mantida acontecerá pelas costas dos trabalhadores para manter os seus próprios interesses. Nós do Movimento Nossa Classe Educação, que junto a centenas de professores e aos demais grupos da Oposição, defendemos o adiamento já das eleições no SINPEEM, achamos que é fundamental que os professores, ATEs e todos os trabalhadores da educação possam decidir sobre a continuidade do processo eleitoral ou seu adiamento e quais são as hierarquias que nosso sindicato deveria ter em meio a esta crise, de proporções históricas, que vivemos.

Ao mesmo tempo que exigimos o adiamento das eleições, acreditamos que são os trabalhadores da educação que deveriam decidir sobre os rumos do sindicato. Por isso, para impedir que esta burocracia continue atuando por fora da base, precisamos exigir uma consulta virtual à toda categoria para que os filiados decidam. O adiamento das eleições mais que justificadas pela dramática situação do país, também deve nos permitir lutar para que se realizem imediatamente reuniões virtuais dos organismos do sindicato, como dos representantes de escola e conselheiros, pois somente assim os trabalhadores da educação podem debater e levantar um plano de emergência levado à frente pelo sindicato para enfrentar a crise, seja nos ataques à educação, como em medidas de solidariedade aos trabalhadores e à população. Pois infelizmente o coronavírus já chegou à nossa categoria, nossas famílias e as de nossos alunos, nos vitimando fatalmente frente a falta de estrutura do Estado, que entre outras coisas se quer garante os testes massivos para tornar efetiva a quarentena. Chamamos o conjunto da categoria e todos os grupos da Oposição no SINPEEM a defenderem essa proposta com a gente!

Se a direção de Claudio Fonseca acredita que as eleições possam ocorrer virtualmente, questionamos porque não abre agora na capa do site do sindicato uma consulta virtual à categoria sobre a necessidade das eleições ocorrerem em meio a pandemia?

Nós do Movimento Nossa Classe Educação queremos com esta nota fazer um forte chamado ao conjunto da oposição do SINPEEM e a todos os ativistas e trabalhadores da educação do município que repudiam veementemente esta arbitrariedade e irresponsável decisão do presidente do sindicato que impõe eleições por fora de debater com a categoria invés de exigir respostas a Covid-19 para defender a vida dos trabalhadores a se somarem a exigência para que o SINPEEM inicie já uma consulta virtual sobre as eleições e para que os trabalhadores decidam sobre o curso das ações de seu sindicato, passando a reunir virtualmente os representantes eleitos, conselheiros e todos os trabalhadores da base que queiram para darmos início à um plano de nossa categoria para se somar ao enfrentamento à crise, coisa que até agora não foi feita porque Claudio Fonseca quer manter nossas mãos atadas e decidir por nós.

Nós acreditamos que se utilizando da estrutura do sindicato que é nossa, os trabalhadores organizados podem oferecer uma alternativa às disputas do projeto burguês e reacionário de Bolsonaro, os Militares e os Governadores, defendendo um programa que faça com que os capitalistas paguem pela crise.

Nesse sentido não pode ser que nossos inúmeros pedidos de adiamento das eleições sejam ignorados, impondo que os professores e trabalhadores não possam participar e decidir sobre este processo. O sentido de existência da atuação das oposições sindicais também passa por nos rebelarmos e chamarmos a base a fazê-lo, diante destas atitudes autoritárias contra a organização dos trabalhadores, ainda mais frente a uma crise histórica como a que vivemos, e temos força através da unidade para isso.

Basta de burocratismo e eleições sindicais esvaziadas!

Que os trabalhadores tomem em suas mãos os rumos do sindicato e do pais!

Consulta Virtual sobre as eleições Já!

Que se reativem os organismos de base imediatamente com reuniões virtuais regionais de R.E.s e Conselheiros, além de uma coordenação geral com participação da base em todas as instâncias de decisão!

Que os trabalhadores da educação possam estar à frente de medidas reais para enfrentar a Pandemia e a crise que os capitalistas querem descarregar em nossas costas!




Tópicos relacionados

SINPEEM   /    Nossa Classe Educação   /    Educação

Comentários

Comentar