Sociedade

TWITTER

Frente ao escândalo envolvendo Temer no twitter uma vontade de ação

Após ao escândalo envolvendo Temer, o presidente golpista foi mencionado na rede social twitter 947.418 vezes.

quinta-feira 18 de maio| Edição do dia

Para além do espectro político de esquerda e direita que estão cotidianamente no twitter desenvolvendo conteúdo político na noite de ontem todos estavam falando sobre a notícia publicada pelo jornal globo sobre o vídeo gravado por Joesley, empresário da JBS, em que Temer autorizava pagamento pelo silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. O presidente golpista Temer foi mencionado 947.418 vezes.

Entre esses números as hashtags mais populares eram #ForaTemer e #DiretasJá demonstrando majoritariamente o apoio à saída do presidente.

Os usuários do twitter reagiram de três maneiras diferentes a notícia. A primeira era o compartilhamento das informações publicadas pelo jornal O Globo. A segunda eram tweets irônicos, piadas e memes (piadas em formato de imagens) sobre a situação política – que não demonstram de nenhuma maneira uma despolitização, muito pelo contrário – a terceira são análises e opiniões sobre o fato.

Um dos memes que mais bombaram foram os retweets (compartilhamento) das mensagens do ex-deputado Eduardo Cunha, buscando satirizar a relação entre Cunha e Temer.

Ao contrário de outras redes sociais o twitter tem um tom maior de ação coletiva, uma vontade de ação coletiva, de fazer algo para efetivar o desejo pela saída de Temer e eleições diretas.

Mas nas páginas do Esquerda Diário, Diana Assunção e Carolina Cacau – redatoras do Esquerda Diário – entre outros, a defesa era pela construção de uma greve geral para derrubar Temer, que em pronunciamento colocou que não renunciará, e suas reformas; por uma assembleia constituinte livre e soberana não para mudar os jogadores, mas para mudar as regras do jogo. Além disso todos no twitter convocavam os atos por Fora Temer que acontecerão por todo Brasil hoje.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Sociedade

Comentários

Comentar