Sociedade

LUCRO BILIONÁRIO

Vale tem melhor resultado de lucro desde a tragédia de Mariana

O primeiro trimestre de 2017 resultou em uma maior recuperação para a mineradora Vale. Apesar da crise e das consequências da tragédia de Mariana que até hoje assolam a região, a empresa capitalista teve um crescimento em seu lucro de 25%.

quinta-feira 27 de abril| Edição do dia

A empresa mineradora Vale informou na manhã desta quinta-feira que neste ano, de janeiro à março, foi registrado lucro líquido de R$ 7,9 bilhões, melhor resultado desde 2013, antes da tragédia de Mariana.

Esse crescimento de 25% foi resultado pelo aumento da produção de minério de ferro, principal commodity da empresa. Além desse, a mineradora conta também com um crescimento de 30% na receita líquida, somando mais de R$ 26,5 bilhões nesse primeiro trimestre de 2017. O diretor financeiro da empresa destacou o orgulho da companhia em se recuperar após vários anos consecutivos, anunciando também a redução da dívida em cerca de R$ 3 bilhões.

A Vale já ocupou o posto de uma das vinte empresas com maior lucro líquido do Brasil. Apesar da crise, da queda do preço dos minérios e da tragédia de Mariana em 2015, aos poucos está se recuperando e aumentando sua média de lucro. E todo esse lucro líquido só foi possível graças à investimentos do BNDES.

Enquanto a empresa e seu executivo comemoram o crescimento no lucro, as consequências da tragédia de Mariana ainda trazem sérios impactos à vida dos moradores e trabalhadores e ao meio ambiente. Enquanto os governos mantêm a subordinação aos grandes capitalistas e a Vale – principal responsável pela tragédia causada pela Samarco – consegue, sem grandes impactos e dificuldades, retomar seu índice de lucro e seu padrão acelerado de produção, a população e os trabalhadores das mineradoras, são os primeiros e únicos a sentir até hoje os respingos da lama contaminada e da precarização de vida do trabalho.

Fica cada vez mais claro que não são os capitalistas que estão pagando pela crise que eles mesmo criaram, que na região do Rio Doce, não são eles que até hoje sofrem toda a tragédia. É necessário um novo modelo, em que aqueles que mais conhecem da produção, os trabalhadores, em conjunto com a população que sofre com a região degradada, controlem a empresa e coloquem a sua produção a serviço do povo. A saída é pela expropriação e reestatização de empresas mineradoras como a Vale, ficando sob controle dos trabalhadores. Pois assim não serão os lucros de meia dúzia de empresas capitalistas que serão prioridade, e sim, as condições de trabalho, o meio ambiente e a vida da população, que assim estarão garantidas em primeiro lugar.




Tópicos relacionados

Tragédia Mariana   /    Sociedade   /    Economia

Comentários

Comentar