Mundo Operário

SINTUSP

USP impõe novas medidas contra o direito de organização dos trabalhadores

USP instala cancela impedindo livre acesso a sede do sindicato

quarta-feira 11 de janeiro| Edição do dia

Nos últimos meses a USP tomou diversas medidas contra os trabalhadores. Durante o recesso de Natal e Ano Novo, a Reitoria decidiu cercar o espaço de acesso ao Sindicato de trabalhadores da USP (SINTUSP) com grades de mais de dois metros de altura, o acesso inicialmente controlado pela polícia militar, passou a ser controlado por guardas universitários de confiança da reitoria e seguranças terceirizados.

Hoje (11) a USP instalou uma cancela impedindo o acesso de veículos ao sindicato. Essa medida contra o direito democrático de organização sindical desrespeita o acordo firmado em ata da negociação ocorrida no dia 23 de dezembro, entre a reitoria e sindicato, na qual a reitoria garantiu que o livre acesso ao local cercado por grades não seria impedido.

Trata-se de mais um ataque ao SINTUSP e ao direito de organização sindical dos trabalhadores que sofrem com a ameaça de despejo de sua sede há pelo menos 50 anos.

Veja vídeo do trabalhador Adriano denunciando a medida de repressão:




Tópicos relacionados

#SintuspFICA   /    SINTUSP   /    USP   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar