Sociedade

DESMATAMENTO

No meio da pandemia governo Camilo Santana aprova loteamento em Sabiaguaba

Na última semana os governos estadual e municipal de Fortaleza-CE anunciaram o loteamento do equivalente a 50 campos de futebol de florestas no coração da Sabiaguaba e do Cocó, a partir de sua representação no Conselho Gestor da Sabiaguaba. Isso diante de quase 140 mil infectados pela COVID-19, e quase 7 mil mortos.

segunda-feira 13 de julho| Edição do dia

Foto: FCO FONTENELE

A Área de Proteção Ambiental (APA) de Sabiaguaba, um pedaço dos poucos restantes, de floresta no Ceará, além de abrigar um extenso e rico ecossistema, ser habitat de muitas espécies, também é fundamental para amenizar ilhas de calor na região. O loteamento dessa área é crime ambiental segundo a Constituição, mas pra além da lei é um espaço de preservação, dos poucos que ainda existem, de uma rica fauna e flora.

Diante da pandemia do coronavírus Camilo Santana (PT), governador e Roberto Cláudio (PDT), prefeito, demonstram mais uma vez que o que realmente importa para seus governos conciliadores, o lucro dos empresários. No meio de uma crise pandêmica que tem intensificado muito a precariedade do sistema de saúde se preocupam em lotear 50 hectares de mata atlântica ao invés de pensar formas de conter o vírus. Reabrem o comércio enquanto o número de infectados e mortos só crescem.

Veja também: Contrário aos atos antifascistas, Camilo Santana (PT) reabre economia do Ceará e acena aliança com Maia

O que está se avizinhando para Sabiaguaba, além de crime, além de irresponsável, é cruel. O lucro acima das vidas tem se mostrado dia a dia com mais clareza e brutalidade, quantas mortes naturalizadas em prol do lucro de alguns poucos? A política dos governos, e aí já não existe grandes distancias entre os governos estaduais e o governo federal, é para rifar a vida da classe trabalhadora. Seja com a reabertura irresponsável dos comércios, seja com o descaso com a saúde pública, seja com as MP e reformas que retiram direitos e submetem a classe trabalhadora a situações mais precárias, ou pela violência policial que segue sistematicamente matando a juventude negra.

Nós do Esquerda Diário repudiamos a loteamento desses hectares em Sabiaguaba e nos colocamos contra todas as políticas irresponsáveis dos governos que colocam o lucro acima das vidas. Contra a violência policial que veem levantando a voz de milhares por todo o mundo dizendo que as vidas negras importam. Conta do governo Bolsonaro e sua políticas genocidas, mas também contra os conciliadores e golpistas que ao invés de pensar em nossas vidas só aguardam as próximas eleições.

Entenda melhor: “Temos dois anos e meio até as eleições”, diz Camilo Santana, contrário a derrubar Bolsonaro




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Camilo Santana (PT)   /    desmatamento   /    Sociedade

Comentários

Comentar