Internacional

ESTADO DE ISRAEL

Exército de Israel deixa 88 feridos em mais um massacre contra manifestação de palestinos

A manifestação dos palestinos contou com aproximadamente 200 manifestantes presentes e, 88 deles ficaram feridos pela repressão do exército de Israel. Um palestino de 24 anos morreu hoje, vítima também do ataque que sofreu nas últimas semanas na Faixa de Gaza.

sexta-feira 25 de maio| Edição do dia

Imagem: Reuters

Em mais um ataque contra o povo palestino o Exército israelense feriu nesta sexta-feira 86 manifestantes na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel. Recentemente, Donald Trump mudou a embaixada norte-americana de Tel Aviv para Jerusalém Oriental, o que agravou o conflito, incentivado há 75 anos pela criação do Estado de Israel no Oriente Médio.

Os 86 feridos se somam as vítimas do massacre do Estado de Israel que há exatamente uma semana atrás abriu fogo, através de seu exército, contra uma multidão de manifestantes palestinos, deixando um saldo de 58 mortos e mais de 2 mil feridos, a maioria por conta dos tiros ou intoxicação devido aos gazes, muitos deles com ferimentos graves.

Um palestino de 24 anos, identificado como Sami Habib, da Cidade de Gaza, morreu hoje. Ele havia sido ferido nos últimos dias pelo exército israelense. No dia de hoje, segunda sexta feira do mês sagrado do ramadã, as informações são de que as manifestações contaram com presença reduzida de palestinos. Com aproximadamente 200 manifestantes presentes e, sendo 88 deles feridos, pode-se perceber a brutalidade com que o Estado de Israel trata dos palestinos opositores.




Tópicos relacionados

Imperialismo   /    Estado de Israel   /    Conflito Palestina-Israel   /    Israel   /    Internacional

Comentários

Comentar