Internacional

QUEDA DO AVIÃO DA EGYPTAIR

Destroços do avião da EgyptAir podem estar no Mediterrâneo

Na madrugada dessa quinta-feira, um Airbus da EgyptAir que transportava 66 pessoas perdeu contato com os controladores de tráfego aéreo quando entrou no espaço aéreo egípcio. O avião viajava de Paris ao Cairo.

quinta-feira 19 de maio de 2016| Edição do dia

Um avião Airbus 320 da EgyptAir, que ia de Paris (França) ao Cairo (Egito), desapareceu na madrugada desta quinta-feira, quando sobrevoava o mar Mediterrâneo. A aeronave sumiu por volta das 2h45 desta quinta (horário local, 21h45 de quarta-feira no horário de Brasília), com 66 pessoas a bordo de 12 nacionalidades diferentes —56 passageiros e 10 tripulantes (sendo três agentes de segurança), que viajavam no voo MS804. O governo francês anunciou que o avião caiu no mar Mediterrâneo.

O chefe de segurança aérea da Grécia, Athanassios Binos, disse que os destroços encontrados até agora no Mar Mediterrâneo não pertencem a uma aeronave.

"Meu correspondente egípcio também confirmou que ainda não está provado que o material encontrado é do avião da EgyptAir", disse Binos em entrevista a uma TV estatal.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, rechaçou especulações sobre o caso. "Não tenho informação sobre a qual basear-me", disse. Donald Trump havia atribuído o incidente a um atentado terrorista inclusive antes de que as autoridades egípcias se pronunciassem.

O chefe do Serviço Federal de Segurança Russo, Ígor Bórtnikov, disse que tudo aponta para a hipótese de atentado. "Por tudo o que sabemos, foi um atentado terrorista que tirou a vida de 66 pessoas de vários países".




Tópicos relacionados

Internacional

Comentários

Comentar