Política

TEMER

Barroso autoriza inquérito sobre R$ 31 milhões que Temer teria recebido para privatizar

terça-feira 12 de setembro| Edição do dia

Foi autorizado pelo Ministro do STF Luís Roberto Barroso a abertura de novo inquérito contra o presidente golpista Michel Temer. O inquérito tem como base o relatório da Polícia federal que afirma que Temer recebeu R$ 31 milhões de reais para editar uma Medida Provisória usada para privatizar portos.

A empresa beneficiada seria a Rodrimar, e inquérito teria como base pessoas mencionadas por Rocha Loures que serviriam para fazer o repasse ao presidente golpista Temer, segundo o Ministro Barroso.

Tal empresa atua no porto de Santos e seria beneficiada pela sanha privatizadora de Michel Temer, que recentemente anunciou que pretende privatizar 58 outras empresas estatais, dentre elas a Eletrobrás, tendo ido até a China procurar compradores para o seu "saldão" privatizador de entrega do patrimônio nacional.

Como vimos ocorrer com a primeira denúncia, porém, a casta política se protege muito bem e Temer soube distribuir milhões em emendas parlamentares para os deputados encerrarem o assunto, o campeão das emendas, Carlos Marun (PMDB), inclusive foi eleito hoje para presidir a CPI da JBS na Câmara. Já Janot, por sua vez, finge estar correndo atrás dos corruptos mas a verdade é que grandes acordos beneficiando capitalistas e corruptos não são investigados.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar