Política

ABSURDO

Primeira decisão do "novo" presidente da Petrobras: aumento da gasolina

sábado 2 de junho| Edição do dia

Mostrando que veio para continuar as privatizações e o roubo do bolso dos trabalhadores com os combustiveis caros, o "novo" presidente da Petrobras, Ivan Monteiro anunciou neste sábado o aumento da gasolina. A gasolina já tinha sido aumentada por Pedro Parente na última quarta-feira.

Neste sábado a gasolina subiu 2,25%, acumulando em 30 dias abusivos 11,29%. Esses aumentos de preço visam facilitar as importações e tornar mais atrativa a privatização das refinarias. Política hoje que foi defendida por diversos analistas e até pela Folha de São Paulo em editorial deste sábado.

Ivan Monteiro, braço direito de Bendine em começar a privatização do Banco do Brasil, depois para avançar nas medidas privatistas de Bendine na Petrobras durante o segundo governo de Dilma, mostra que seguirá à risca a mesma política de Pedro Parente.

A Petrobras está no centro da crise no país. A traição da greve petroleira pela CUT e o PT permite que Temer tente resolver essa crise pela direita, colocando alguém que vai dar uma nova cara para a mesma política neoliberal. A luta dos trabalhadores é o que pode permitir se livrar de todo legado de entrega das riquezas nacionais e corrupção, só uma Petrobras 100% estatal é o que pode permitir que não seja a população que arque com os lucros dos acionistas imperialistas da Petrobras e os lucros dos empresários do transporte.




Tópicos relacionados

crise combustíveis   /    Privatização da Petrobras   /    Greve da Petrobras   /    Crise da Petrobrás   /    Política

Comentários

Comentar