Política

Partido Novo diz ser neutro no 2º turno, mas com as mesmas ideias escravistas de Bolsonaro

terça-feira 9 de outubro| Edição do dia

Um dia após rasgar elogios ao economista Paulo Guedes, responsável da área na candidatura de Bolsonaro, João Amoêdo presidente do partido Novo declarou que o partido se manterá neutro nas eleições. Durante o evento Amarelas ao Vivo, da Revista VEJA, o candidato durante o primeiro turno declarou:

"Estamos em uma eleição do medo, quando deveríamos estar em uma eleição da esperança. Tenho muita dificuldade em apoiar qualquer um deles como presidente do Brasil. O PT, com Lula preso, mensalão, petrolão. Imagine. O outro [Bolsonaro] tem 29 anos no Congresso e não fez nada, só lembro dele elogiando um torturador e brigando com a Maria do Rosário e com o Jean Wyllys. Não vejo nenhum dos dois resolvendo os problemas do Brasil”.

Na segunda feira em entrevista ao Estaddão, quando o partido ainda debatia o posicionamento, Amoêdo havia sinalizado um possível apoio devido a concordância com Paulo Guedes: "Ele tem algumas ideias que se assemelham ao que defendemos, como mais liberdade econômica e privatização de estatais". Além disso o partido, como na nota que lançaram, já haviam se posicionado em relação a candidatura de Haddad, "o PT de jeito nenhum".

Apesar de assinar embaixo do programa de ataques a classe trabalhadora, com a privatização de tudo e mais um pouco e a reforma da previdência, de Paulo Guedes e Bolsonaro, a manobra do Novo que obteve relativo sucesso nas eleições é buscar se distanciar da imensa rejeição de Bolsonaro. Por enquanto não é atrativo para o partido se unir a Bolsonaro, mas como bem ilustra a frase "um liberal não passa de um fascista em férias", quando for conivente para o pragmatismo liberal estar do lado do reacionarismo eles não hesitarão. O candidato mineiro do partido que concorre no segundo turno Romeu Zema, por exemplo, chegou a declarar que se você quer renovação deveria votar ou em Amoêdo ou em Bolsonaro para presidente. Como vemos a decisão do aprtido foi puramente por conveniência do momento.




Tópicos relacionados

Partido Novo   /    Eleições 2018   /    Política

Comentários

Comentar