Política

15M - RIO DE JANEIRO

Panfletagem na CEDAE mostra disposição dos trabalhadores de lutar contra reforma da previdência

Nas primeiras horas dessa manhã, o Esquerda Diário, junto com militantes da juventude Faísca e do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT), esteve na porta de distintas unidades da CEDAE (Companhia Estadual de Águas e Esgoto do Rio de Janeiro), conversando com os trabalhadores sobre a necessidade de lutar contra a reforma da previdência. Apesar do sindicato não ter paralisado, muitos mostraram disposição de lutar.

quarta-feira 15 de março| Edição do dia

A panfletagem feita em distintas unidades mostrou que os trabalhadores não estão na defensiva e nem se sentindo derrotados mesmo após a votação na ALERJ em favor da privatização da CEDAE. Pelo contrário: vários diziam que queriam parar para aderir ao dia nacional de luta contra a reforma da previdência do governo Temer.

Os trabalhadores da CEDAE - que foram muito receptivos com nossa panfletagem - mostraram que querem lutar. Mesmo os que afirmavam não saber que hoje era um dia convocado nacionalmente, diziam que fariam o possível para comparecer ao ato unificado às 16h na Candelária, que haviam descoberto que ocorreria a partir dos panfletos que entregamos a eles.

É preciso seguir organizando em cada local de trabalho por um verdadeiro plano de lutas, que possa dar continuidade e aprofundar muito mais a paralisação desse dia 15, e, assim, fazer um enfrentamento à altura dos ataques do governo golpista de Temer.




Tópicos relacionados

15M   /    Rio de Janeiro   /    Política   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar