Juventude

MOBILIZAÇÃO ESTUDANTIL

Na UFPB, estudantes iniciam greve de fome para reivindicar assistência estudantil

Nessa terça-feira, um grupo de estudantes Universidade Federal da Paraíba, se acorrentaram as traves em frente a reitoria para reivindicar condições de permanência estudantil.

terça-feira 23 de fevereiro de 2016| Edição do dia

A UFPB é a maior instituição de ensino superior da Paraíba e vem sendo atingida com os cortes no orçamento federal da educação, o que tem gerado distintos problemas na área de assistência estudantil.

A Universidade conta atualmente com cerca de 40.000 alunos, muitos de diversas partes do Brasil, e grande parte de depende de politicas de permanência que estão atrasadas, com grandes setores não são contemplados com as bolsas (mesmo em situação de carência), como a atual situação dos estudantes acorrentados, que são de outros estados e não tem renda ou são de renda baixa. Dentre as 600 pessoas que se inscreveram no edital de auxilio moradia apenas 150 conseguiram o auxilio.

Os estudantes revindicam também fim de diversas medidas "de ajuste" como terceirização do restaurante universitário que atualmente não atende todos os alunos, corte de bolsas de pós-graduação e iniciação científica, além de morar em um teto, transporte para quem mora fora da universidade, como as estudantes da Residência Universitária Feminina, que se localiza distante do campus.

A UFPB no campus IV até hoje está com uma ocupação que serve de moradia para calouros, e nessa terça-feira também ocuparam o restaurante universitário.
Por esses motivos que, desde às 8h da manhã desta terça-feira (23/02/2016), três alunos deflagraram greve de fome, acorrentando-se no hall da reitoria, com o apoio de outros estudantes, e dizem assim permanecer até que uma reunião seja realizada com a reitora e imediatamente sejam ofertadas mais vagas de auxílio moradia, permanência estudantil, moradia universitária, restaurante universitário a todos os estudantes e pelo fim da precarização da universidade.




Tópicos relacionados

Universidades Federais   /    Juventude

Comentários

Comentar