Mundo Operário

CAMPANHA ESQUERDA DIÁRIO

Metroviários de SP aderem amplamente à campanha “Que todo político ganhe igual a uma professora”

quinta-feira 4 de junho de 2015| Edição do dia

Desde segunda feira (01/06), dezenas de metroviários do Pátio da Manutenção Jabaquara, das estações Santa Cruz, Sé, Barra Funda, Itaquera, São Joaquim, operadores de trem, seguranças e funcionários da administração, já enviaram suas fotos. Vale também destacar a solidariedade da bancada eleita dos trabalhadores da CIPA da Linha 1.

Organizada na página do facebook do grupo Metroviários pela Base, onde já tem centenas de curtidas e mais de 2500 visualizações, somando-se assim as mais de 140 mil curtidas da campanha do Esquerda Diário nas redes sociais. Professores em greve, estudantes, funcionários da USP, bancários e diversas outras categorias também já tiraram suas fotos em solidariedade.

Felipe Guarnieri, delegado sindical e cipista comentou sobre a campanha: “Em meio a greve de professores em SP e em diversos estados, a campanha abre um debate importante na sociedade, pois denuncia os salários privilégios dos políticos em contraste com as péssimas condições de trabalho que os professores do país são submetidos. Mas para nós do Movimento Revolucionário de Trabalhadores o objetivo vai além, se fortalecemos essa campanha, aprofundando a militância que está gerando entre os trabalhadores, podemos golpear a casta de políticos dos capitalistas que governam o país. Estaremos dizendo também que a política não é para enriquecer. Não se trata somente dos políticos ganharem menos e os professores mais, mas sim dos trabalhadores, metroviários e professoras, construírem uma nova forma de fazer politica. É nisso que confiamos. Seria um grande exemplo termos parlamentares nossos, que levassem essa campanha para a grande imprensa, incluindo também a questão da revogabilidade dos mandatos, como fizeram na Comuna de Paris que foi onde surgiu essa consigna”.

Essa não é a primeira ação de solidariedade aos professores em luta que o Metroviários Pela Base organiza na categoria. No último sábado dia 30/05 aconteceu na Casa Socialista de Cultura e Política “Karla Marx” a “Feijoada Solidária”, que arrecadou cerca de 1800 reais para os professores em greve.

Além disso, a última assembleia dos metroviários (02/06) aprovou o apoio à greve e uma contribuição do Sindicato dos Metroviários para o fundo de greve.




Comentários

Comentar