Cultura

ZUCKERBERG "MORALISTA"

Ladrão de dados, Facebook censura pintura clássica da Revolução Francesa por "nudez"

quarta-feira 21 de março| Edição do dia

Parte da Pintura "A Liberdade Guiando o Povo", de Eugène Delacroix

Neste domingo (18) o facebook assumiu que errou ao censurar o quadro A liberdade guiando o povo, de Eugène Delacroix, no qual aparece uma mulher com os seios de fora segurando a bandeira da França. A obra havia sido postada no face como campanha online de uma peça apresentada em Paris, mas foi censurada essa semana, segundo o diretor da peça, Jocelyn Fiorina.

Após o lançamento da publicidade da peça que estreou na capital francesa, a administração do site bloqueou a divulgação com a justificativa de que são proibidas imagens de nudez. O diretor de Tiros na rua Saint-Roch, então, publicou novamente o mesmo anúncio com o quadro, mas desta vez com uma faixa escrito "censurada pelo facebook" cobrindo os seios da mulher, e essa imagem não foi censurada.

O diretor afirmou que já havia tentado usar duas vezes o quadro, e que após contatar os moderadores, eles afirmaram que mesmo nas obras do século XIX, a nudez não era aceitável. Neste domingo, no entanto, o Facebook mudou de opinião, pediu desculpas pelo seu erro, afirmou que A liberdade guiando o povo certamente tem lugar no site e que a publicidade patrocinada estava aprovada.

O Facebook é constantemente criticado pela censura muitas vezes conservadora que faz às imagens, desconsiderando qualquer propósito pelo qual a imagem poderia estar lá, apenas proibindo, e o maior exemplo disso foi a censura de um quadro clássico para divulgação de uma peça. Precisamos questionar profundamente quais são os valores morais que estão por trás de todo esse tabu, para que tenhamos mais liberdade de nos expressar.

Veja a pintura completa:




Tópicos relacionados

Censura   /    Facebook   /    Cultura

Comentários

Comentar