Mundo Operário

Guarda Municipal usa armas e gás contra protesto de professores em Salvador

Policiais reprimiram manifestação de trabalhadores da educação, de Salvador na manhã desta terça-feira (07). Usando gás lacrimogêneo, spray de pimenta e armas contra os professores, guarda municipal tentou acabar com protesto.

terça-feira 7 de agosto| Edição do dia

Em greve desde o dia 11 de julho, professores de Salvador estavam em frente à Secretaria Municipal da Educação (Smed), para reivindicar reajuste salarial, avanço de nível e melhorias para a educação no município.

Acompanhe vídeo feito por um cinegrafista amador publicado pelo Jornal A Tarde:

Segundo o sindicato, a maior parte da categoria mobilizada é comporta por mulheres que chegaram a ser empurradas por agentes. Segundo Elza Melo “somos uma categoria formada hegemonicamente por mulheres e fomos tratadas desse jeito, com bombas, empurrões e armas apontadas para nós. A responsabilidade desta truculência é do secretário de educação Bruno Barral, que não quis dialogar com a gente e se escondeu por trás dos guardas”.




Tópicos relacionados

Professores   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar