Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

Guarda Municipal apreende e quebra material de artista de rua em Santos

Guilherme Fernandes foi abordado pela guarda municipal que pegou sua mochila a força e ainda quebrou azulejos onde ele realiza as pinturas.

quinta-feira 15 de junho| Edição do dia

Guilherme Fernandes, de 27 anos, é artista. Pinta azulejos com os dedos. No último dia 12, estava vendendo seu trabalho na avenida Ana Costa, no bairro Gonzaga. Segundo relatos de Guilherme e de pessoas que presenciaram o ocorrido, a guarda municipal chegou em uma viatura e alegou que Guilherme não poderia estar ali. Guilherme então decidiu registrar a ação da guarda. Foi quando retiraram sua mochila a força, apreenderam seus materiais e danificaram parte deles.

Guilherme passou mal durante a abordagem e recebeu auxílio de pessoas que estavam próximas. Foi lhe dado dinheiro e um casaco já que teve seus pertences apreendidos.
A Secretaria de Segurança Pública de Santos alegou que a apreensão foi feita porque se tratava de comércio irregular.

Num momento econômico do país onde há milhões de desempregados, fruto de uma crise causada pelos capitalistas, a polícia e o governo ainda retiram e danificam a fonte de sustento de Guilherme. Não é um caso isolado, diariamente vemos circulando pelas redes sociais diversos vídeos e registros da polícia confiscando mercadorias de vendedores ambulantes. Enquanto grandes empresários que participam de esquemas de corrupção milionários seguem desfrutando de uma vida tranquila e confortável.

Foi aberto um procedimento administrativo para apuração dos fatos.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Violência Policial

Comentários

Comentar