Juventude

UNESP FRANCA

Estudantes da Unesp de Franca entram em estado de greve

Em assembléia estudantil realizada na quinta-feira (30), estudantes da Unesp de Franca deliberam por estado de greve. Desde o começo do ano, os estudantes se mobilizam contra a tentativa por parte da direção local de desmonte do cursinho, e agora se soma a pauta para barrar o aumento do preço da refeição no restaurante universitário.

terça-feira 4 de agosto de 2015| Edição do dia

Em assembléia geral realizada na quinta-feira, dia 30 de julho, cerca de 400 estudantes da Unesp de Franca deliberam por estado de greve. Desde o começo do ano, os estudantes se mobilizam contra a tentativa por parte da direção local de desmonte do cursinho, e agora se soma a pauta para barrar o aumento do preço da refeição no restaurante universitário, que passará de R$3,00 para R$4,00.

Leandro Correa, estudante do curso de Relações Internacionais e membro da administração do cursinho S.E.U. relata que as reivindicações “pautam-se em questões de permanência estudantil, como a revogação do aumento no valor da refeição no restaurante universitário, e de garantia de inserção das classes marginalizadas na universidade, que se materializa na luta pela continuação do projeto S.E.U. Cursinho Popular da Unesp Franca, projeto este que atualmente atende e constrói situações de educação e ensino junto à 280 alunos de status socioeconômico precário”.

Ao entrar em estado de greve os estudantes, que ainda não estão diretamente em greve com paralisação permanente,demonstram que caso nada mude estão dispostos a ações mais radicalizadas. Na sexta-feira ocorreu uma primeira reunião de negociação com a direção local acerca da pauta do R.U. e como previsto, a argumentação foi de que não existe verba (isso ao mesmo tempo em que na Unesp outros cursos estão sendo abertos, está mantido o incentivo à internacionalização, e se mantém escandalosos salários intocados para altos cargos da reitoria e camada seleta de professores).

Frente à intransigência da direção, nesta segunda-feira foi feito um ato no RU, e hoje, dia em que haverá a reunião da Congregação (órgão máximo de deliberação das unidades) está ocorrendo uma nova paralisação. Durante a paralisação haverá grupos de discussão sobre a Auditoria Pública das contas da Unesp Franca, sobre os próximos passos da mobilização do cursinho, ato durante a reunião de Congregação e nova assembléia no fim da tarde.

Mais informações: https://www.facebook.com/events/1635077786761761/




Tópicos relacionados

UNESP   /    Juventude

Comentários

Comentar