Sociedade

SEGURO DESEMPREGO

Direito de trabalhadores é alvo de corrupção

Uma investigação iniciada pela Polícia Federal, denominada de "Operação Stellio Natus", confirmou a existência de um esquema de fraude e corrupção que atingia o seguro desemprego.

quarta-feira 19 de abril| Edição do dia

Uma investigação iniciada pela Polícia Federal, denominada de "Operação Stellio Natus", confirmou a existência de um esquema de fraude e corrupção que atingia o seguro desemprego.

Segundo os investigadores o esquema era articulado por agentes públicos do Ministério do Trabalho, juntamente a ex-nomeados deste mesmo ministério e policiais civis. As principais localidades de atuação deste golpe são Anápolis/GO, Caldas Novas/GO, Nova Lima/MG, São Félix do Araguaia/MT e Redenção/PA.

Diferente de outros esquemas de corrupção, que desviam dinheiro internamente das contas contas públicas, neste caso o roubo era executado direto das contas de milhares de trabalhadores. Funcionava da seguinte forma, o endereço de cadastro do beneficiado pelo seguro desemprego é alterado, desta forma o cartão que dá acesso ao benefício é desviado para que o receptor ligado ao esquema possa sacar o valor depositado na conta direto de uma agência da Caixa. Estima-se que cerca de R$ 3 milhões foram roubados através deste esquema, ao mesmo tempo deixando milhares de famílias desamparadas sem a única renda que resta para um trabalhador após a demissão.

O estado capitalista dá mais um exemplo do quão inventivo pode ser na hora de usurpar os trabalhadores, nenhuma oportunidade se deixa passar. Enquanto acabam com os poucos direitos trabalhistas que temos, nos roubam através daqueles que ainda restam.




Tópicos relacionados

seguro desemprego   /    Sociedade   /    Corrupção

Comentários

Comentar