Sociedade

BIA DORIA

Decadência: Bia Doria e socialite recomendam não dar comida e cobertores a pessoas em situação de rua

Em vídeo que foi divulgado nas redes sociais, Bia Doria, esposa de João Doria, governador de São Paulo, e Val Marchiori, socialite e empresária de São Paulo, fazem uma fala extremamente racista, repugnante e absurda contra pessoas em situação de rua.

sexta-feira 3 de julho| Edição do dia

Em vídeo que foi divulgado nas redes sociais, Bia Doria, esposa de João Doria, governador de São Paulo, e Val Marchiori, socialite e empresária de São Paulo, fazem uma fala extremamente racista, repugnante e absurda contra pessoas em situação de rua.

Ver essa foto no Instagram

Em visita a nossa querida primeira dama @biadoria 😍🍀😍

Uma publicação compartilhada por Val Marchiori (@valmarchiori) em

Hoje, 3 de julho, circula pelas redes um vídeo repugnante onde Bia Doria, esposa do governador João Doria, e a socialite e empresária Val Marchiori, vomitam todo seu racismo e hipocrisia numa conversa sobre a população de rua, um diálogo que escancara a real visão dos ricos em relação a população de rua. Para ambas, a doação de marmitas para pessoas em situação de rua na realidade faz com que elas "queiram permanecer lá". Bia Doria diz ainda "a rua é um atrativo" e recomenda que "morar nas ruas são seja incentivado", como se isso fosse de fato uma escolha, ainda mais num país de profunda desigualdade social como o Brasil - o sétimo país mais desigual no mundo, segundo o último relatório divulgado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), e onde "a parcela dos 10% mais ricos do Brasil concentram 41,9% da renda total do país, e a parcela do 1% mais rico concentra 28,3% da renda", segundo esse relatório.

Num país com milhares de pessoas em situação de rua, condição que se agrava ainda mais com a crise econômica e sanitária, e em São Paulo na maior cidade do país, onde há um boom de especulação imobiliária e prédios desocupados, onde morrem todos os anos em períodos de inverno dezenas de pessoas em situação de rua por conta do frio, é gritante este tipo de declaração. Enquanto a classe trabalhadora luta pela sua sobrevivência à merce de postos precários de trabalho, a ausência de um auxílio emergencial cada vez mais escassos e enterra milhares de vítimas da COVID 19, numa realidade de milhões de desempregados em todo país e colapso dos sistemas de saúde, vemos a burguesia e suas figuras políticas se reunirem em suas mansões luxuosas para culpabilizar as pessoas nesta condição absurda por estarem sem trabalho e moradia. Esse é o retrato fiel desta burguesia racista e nojenta: ela fede.

Nós do Esquerda Diário, nos somamos a todos e todas que não aceitam esse tipo de postura por parte dos grandes empresários, políticos e governantes do nosso país, repudiamos esse vídeo, Bia Doria e Val Marchiori e todos os interesses de classe que defendem do alto dos seus privilégios contra a vida da população pobre e negra desse país. Assim como todas as medidas de ajustes e ataques contra os já parcos direitos da classe trabalhadora orquestrados pelos patrões e governos, como Bolsonaro, Doria e Covas, que escondem atrás de seus discursos polidos ideologias igualmente podres e se materializam em políticas para que paguemos com nossas vidas por essa crise.




Tópicos relacionados

João Doria   /    Sociedade

Comentários

Comentar