Economia

Com 55% de desconto, Temer entrega transmissão elétrica de 16 estados para empresários

ontem foi leiloado 20 lotes de transmissão de energia da Eletrobrás que foram compradas por diversas empresas imperialistas. O governo Temer quer entregar todos os nossos recursos naturais, a preço de banana, aos grandes empresários, enquanto corta investimentos sociais e os direitos da população

sexta-feira 29 de junho| Edição do dia

O governo Temer entregou ontem 20 lotes de linha de transmissão da Eletrobrás com um desconto de 55% no preço. É um grande absurdo, os recursos do nosso país estão sendo entregues para os empresários imperialistas por preço de banana e estes terão lucros milionários as nossas custas.

Foram concedidos 2,6 mil quilômetros de linhas de transmissão e subestações com capacidade de transformação de 12,2 mega-volt-amperes (MVA) em 16 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

As receitas das empresas durante a vigência do contrato podem alcançar R$ 25,7 bilhões, e o investimento previsto na construção das linhas é de R$ 6 bilhões. Ou seja , daí já podemos ver o porquê de tamanha concorrência. Além do que essa receita é paga por meio da conta de luz, ou seja pelo consumidor. E a empresa concessionária fica recebendo por 30 anos pela prestação do serviço.

Desde o início da crise econômica, houve queda de investimentos em diversos setores. No entanto, o setor de transmissão de energia tem surpreendido até mesmo os capitalistas e o governo federal, já que os últimos leilões tem dado mostras claras do apetite dos investidores nesse setor.

Para conter a crise e manter os capitalistas lucrando como nunca, o governo Temer está entregando nossas empresas estatais e recursos naturais para que apenas uma minuscula minoria. Enquanto isso, descarrega sobre as costas dos trabalhadores o preço da crise econômica e corta diversos investimentos em questões sociais. Para que nossas riquezas naturais e o que é produzido aqui dentro esteja a serviço dos trabalhadores e da população é necessária a reestatização tudo o que já foi vendido e uma Eletrobrás 100% estatal, gerida pelos trabalhadores e sob controle da população.




Tópicos relacionados

Eletrobrás   /    Privatização   /    Economia

Comentários

Comentar