Sociedade

ACIDENTE EM BH

Acidente entre ônibus em BH mostra a precarização do transporte público

Na manhã de ontem (21/01), em uma das principais avenidas de Belo Horizonte, um acidente envolvendo dois ônibus, um do MOVE e um coletivo, deixou 2 mortos e 19 pessoas feridas.

quinta-feira 21 de janeiro de 2016| Edição do dia

Uma das vítimas morreu no local e outra não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital, duas vítimas seguem em estado grave. A perícia foi acionada e apura as causas do acidente. Segundo testemunhas, o acidente aconteceu depois que um dos veículos avançou o sinal vermelho.

O acidente aconteceu a menos de um mês do aumento absurdo no valor das passagens dos ônibus municipais e intermunicipais que cobrem a região metropolitana de Belo Horizonte. Esse acidente coloca mais uma vez em questionamento a qualidade do transporte público controlado por empresários que visam somente o lucro e que não tem a menor preocupação com a segurança e as vidas dos usuários do transporte. E que contam com a conivência dos governos municipais, estaduais e federal implementando uma política de ajustes e que descarrega a conta dessa crise nas costas dos trabalhadores.

O governador Fernando Pimentel (PT) e o prefeito Marcio Lacerda (PSB) mostraram, mais uma vez, que estão a serviço dos empresários e dessa política da ajustes que vem sendo implementada não só em Minas, mas em todo país, como por exemplo em São Paulo com o governador Alckmin (PSDB) e o prefeito Fernando Haddad (PT), no Rio de Janeiro com o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) e o prefeito Eduardo Paes (PMDB).

Somente com a estatização e os trabalhadores e usuários controlando e gerindo o transporte público, tirando das mãos de quem somente visa o lucro e nem sequer anda de ônibus, é que podemos resolver o problema do busão lotado, da dupla função que precariza o trabalho do motorista e corta o emprego do trocador, da espera de horas nos pontos lotados, para não mais deixarmos nossas vidas dentro do busão.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Belo Horizonte

Comentários

Comentar