Teoria

PUC-SP

Vem aí: Grupo de estudos marxistas na PUC-SP! Primeira sessão quinta, 26/04

Estamos há duas semanas do bicentenário de Karl Marx (05/05/1818-14/03/1883), fundador do socialismo científico, junto com Friedrich Engels, e um nome inescapável da filosofia e das ciências sociais e humanas. Mas qual é a relevância deste autor hoje? Ainda faz sentido estudar as ideias de Marx 200 anos depois de seu nascimento?

segunda-feira 23 de abril| Edição do dia

Há 10 anos atrás, eram poucos os que responderiam prontamente “sim” a esta pergunta. A geração dos jovens que hoje estão na PUC-SP cresceu em um mundo em transição entre as ideias de fim da história e "Capitalismo vencedor" e os novos processos de luta de classes e crises.

Crises, guerras e revoluções eram palavras que não existiam fora dos livros de história, acontecimentos que jamais se repetiriam. Nossa sociedade capitalista dita “democrática” era o suposto auge insuperável da civilização humana e, daqui em diante, o progresso seria linear, “devagar e sempre”; o gradualismo lulista transformaria o Brasil em potência. E, não obstante, o bicentenário de Marx teima em coincidir com o décimo ano da maior crise capitalista desde 1929, uma crise econômica e social desde o início da qual só se multiplicam os exemplos de putrefação deste regime social de exploração, como o pesadelo de quem atravessa o mediterrâneo fugindo dos sucessivos bombardeios imperialistas no Oriente Médio, o último por parte do xenófobo, machista e racista presidente dos EUA, Donald Trump.

Em todo o mundo, a crise capitalista separa as massas operárias e populares dos partidos da ordem e, assim, surgem novos fenômenos políticos tanto de direita quanto de esquerda; os valores da “democracia” capitalista e seus bipartidarismos de extremo-centro dão lugar à busca de ideias radicais e a novas formas de pensar e sentir, sobretudo entre os jovens, ao mesmo tempo que, não por acaso, as vendas de O capital disparam. A despeito de todas as tentativas de bani-lo, o espectro do comunismo mais uma vez ronda não só a Europa, mas o mundo. E o Brasil, e a PUC-SP, estão no mundo.

A 200 anos do nascimento de Karl Marx, e apesar de tantos terem anunciado sua morte teórica e política, a juventude quer falar de comunismo! E quer estuda-lo, pois o socialismo científico, a ciência do comunismo, desde que se tornou uma ciência exige ser tratado como tal, dizia Engels. Por isso, nós da juventude Faísca, do grupo de mulheres Pão e Rosas e do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) convidamos todos os estudantes da PUC-SP a participarem do grupo de estudos A atualidade do comunismo no bicentenário de Karl Marx.

O grupo de estudos é parte da mesma iniciativa que o lançamento da Casa Marx São Paulo, sede do Esquerda Diário aberta permanentemente ao público a partir de 20 de abril e realizando atividades ideológicas e culturais toda sexta-feira. Assim como a casa, alguns podem se perguntar se este momento em que a direita se fortalece nacionalmente, em que o direito democrático básico, elementar da população de votar em quem quiser foi sequestrado pelo judiciário golpista através da prisão de Lula e continua a intervenção federal no RJ a qual assassinou Marielle Franco, vereadora, mulher negra, cria da maré e militante de esquerda... será que é hora de falar de comunismo?

Hoje, como há 10 anos atrás, nossa resposta é um categórico “sim”, pois o fortalecimento da direita não é ilimitado; em São Paulo, a fortíssima greve dos professores municipais, com quase 100% de adesão, derrotou a reforma da previdência do prefeito Dória e, na semana passada, os metroviários conquistaram uma importante vitória contra o governo Alckmin: a reincorporação de todos os demitidos da histórica greve de 2014, às vésperas da Copa do Mundo. E pelo mundo surgem importantes lutas, com destaque a atual luta dos ferroviários e estudantes franceses.

PARTICIPE DAS SESSÕES E ACOMPANHE O GRUPO NO ESQUERDA DIÁRIO E PELO EVENTO NO FACEBOOK.

Primeira sessão 26-04
Textos:

- "Figuras do movimento operário: Karl Marx"; V. I. Lenin (https://www.marxists.org/portugues/lenin/1914/11/marx.htm)

- "Noventa anos do Manifesto do Partido Comunista"; Leon Trotsky
(https://www.marxists.org/portugues/trotsky/1937/10/30.htm)




Tópicos relacionados

PUC-SP   /    Marxismo   /    Teoria

Comentários

Comentar