×

Crise Hídrica | Para "resolver" crise hídrica, Bolsonaro chama charlatão Cacique Cobra Coral

O Ministério de Minas e Energia encomendou chuvas a essa figura "irreverente".

sábado 16 de outubro | Edição do dia

Como dizemos em nosso podcast de análise, o Brasil realmente não é para amadores. Frente a crise hídrica que ameaça o país de sofrer com racionamentos de energia, a resposta do governo foi... chamar o Cacique Cobra Coral. O Ministério de Minas e Energia fez uma reunião oficial com Osmar Santos, porta-voz de Adelaide Scritori, a médium paulista que diz incorporar o espírito da entidade Cacique Cobra Coral, que teria o "poder de controlar o tempo".

Na reunião, o governo encomendou chuvas para tentar resolver a crise hídrica. Parece piada ou um delírio coletivo, mas sim, essa é a resposta do governo Bolsonaro para resolver a crise hídrica.

Cabe lembrar que não é a primeira vez que a fundação charlatã é convocada por políticos. A fundação já teve contrato com o município do Rio e de São Paulo, tendo sido convocada pelo prefeitura do Rio de Janeiro (na época estava mudando de César Maia para Eduardo Paes) para afastar as chuvas do réveillon de 2009. Sua última aparição foi na posse de Bolsonaro em 2019, quando afirmou que teria impedido as chuvas no evento.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias