Internacional

DEVASTAÇÃO DA AMAZÔNIA

Em defesa da Amazônia, manifestantes pelo mundo protestam contra Bolsonaro

Enquanto os líderes mundiais mundo a fora se utilizam, de forma demagógica e oportunista, da devastação da Amazônia, suas populações se mobilizam, protestando em várias embaixadas brasileiras contra as alarmantes imagens da floresta em chamas.

sexta-feira 23 de agosto| Edição do dia

As chocantes imagens que mostram a Amazônia sendo consumida pelas chamas ganharam repercussão mundial. Diante da indignação global, pelo mundo inteiro foram convocados atos para protestar contra a política de devastação de Bolsonaro, que estimula o apetite voraz do agronegócio por lucros e pelas terras da região. A causa do meio-ambiente e a luta contra as mudanças climáticas tem sido muito presente nas lutas da juventude internacionalmente, com especial importância nos países imperialistas europeus, é uma pauta que se choca com a ganância capitalista e sua sede por lucros.

Diferente de seus líderes imperialistas, que de forma demagógica dizem combater a catástrofe ambiental, os manifestantes, com muito peso da juventude, expressam a real preocupação com o futuro do planeta, frente a fúria predatória do sistema capitalista. Enquanto Macron, Merkel e outros líderes ameaçam o país com sanções e a retirada do tratado de submissão entre UE-Mercosul, fazem vista grossa com suas próprias empresas poluidoras e a massiva participação do capital imperialista por trás do latifúndio brasileiro.

Em diversas capitais do mundo, os manifestantes foram às embaixadas brasileiras em defesa da Amazônia, lembrando o importante papel que a floresta cumpre na estabilidade do clima mundial, além do imenso patrimônio de sua biodiversidade.

Madrid - Espanha

Em Madri, capital da Espanha, manifestantes ocuparam a porta da embaixada brasileira. Eles tentavam entregar uma carta ao embaixador brasileiro, Antonio Simões, pedindo ações imediatas do governo brasileiro.

Paris

Manifestantes contra Bolsonaro se posicionaram do lado de fora da embaixada brasileira em Paris, carregando cartazes com mensagens que diziam "Fora, Bolsonaro!".

Londres

A embaixada do Brasil em Londres ficou cercada pela polícia, enquanto centenas de pessoas protestavam. De acordo com jornalistas, a maioria dos manifestantes não era brasileira.


Berlim

Amsterdam

Na Argentina, a convocatória é foi encabeçada pela FIT-Unidade.




Tópicos relacionados

Amazônia   /    Governo Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    Agronegócio   /    Internacional

Comentários

Comentar