Economia

GUERRA COMERCIAL

China e EUA protagonizam outro capítulo de ameaças comerciais

Porta-Voz do Ministérios pede calma aos Estados Unidos e que não ajam por impulso para que não haja uma resposta chinesa à altura.

quinta-feira 2 de agosto| Edição do dia

O governo da China repudiou nesta quinta-feira, 2 de agosto, a ameaça norte-americana de aumentar a tarifa de antes 10% para 25% sobre US$200 bilhões de produtos chineses concentrados no campo tecnológico, feita na quarta-feira, 1 de agosto, pelo representante do Comércio do EUA.

O alvo já declarado dessa política de Trump são produtos chineses para o projeto “Made in China 2025”, que visa desenvolver sua indústria nos ramos aeroespacial,
automobilístico, maquinário industrial, informacional, robótico e farmacêutico, o que significaria mais uma área de competição direta com os Estados Unidos, onde o país clama que a China utiliza de políticas anticompetitivas.

Leia Mais: http://www.esquerdadiario.com.br/Tr...Trump e China protagonizam disputa comercial que envolve taxação mútua de U$ 34 bilhões.

Porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang, afirmou que a
administração de Pequim está aberta ao diálogo, mas não deu indicação sobre o status das possíveis negociações. Além disso, acrescentou que, se necessário, o país irá retaliar para defender seus interesses.

Tais provocações comerciais entre as duas potências mundiais deflagram uma subida no tom na disputa dos dois países pela hegemonia no mercado mundial que sofre ainda após a crise de 2008, mostrando um frágil crescimento e mudança na ordem global neoliberal.




Tópicos relacionados

Guerra Comercial   /    China   /    Estados Unidos   /    Economia   /    Internacional

Comentários

Comentar