www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 25 de Noviembre de 2020
02:49 hs.

Twitter Faceboock
GREVE DE CORREIOS
Com metade das agências paradas, ecetistas de Natal inauguram greve com forte ato
Redação Esquerda Diário Nordeste

Nessa terça-feira, 18, os trabalhadores dos Correios deram início à greve da categoria, que está fazendo uma grande mobilização, com muita força em todo o país, contra a tentativa do presidente dos Correios, o general Floriano Peixoto, de acabar com seus direitos do acordo coletivo para passar o trator privatista sobre a ECT.

Ver online

Em Natal, a greve foi votada em uma grande assembleia na noite da segunda-feira, mostrando a força da autoorganizaçao desses trabalhadores que durante toda a pandemia seguem nas ruas garantindo as entregas de todo o país. De acordo como Sintetc-RN das 195 agências, 79 estão completamente paradas e outras dezenas parcialmente, uma importante demonstração de força contra o governo e a ECT

O presidente de Correios, general Floriano Peixoto, a mando do governo Bolsonaro, retribuiu o esforço desses trabalhadores, que perderam muitos colegas de trabalho pela COVID-19, acabando com um acordo de mais de 30 anos, retirando bonificação por periculosidade, licença maternidade, auxilio creche e babá, e outras dezenas direitos, restando 9 dos 79 pontos do acordo.

A grande categoria de ecetistas mostrou a sua força nacional também em uma manifestação em Natal, em frente a agência da Av. Hermes da Fonseca, com mais de 200 trabalhadores. Novas ações estão sendo organizadas ainda a essa semana, e chamamos a todo povo potiguar a fortalecer essa luta.

Uma luta estratégica para vencer os planos privatistas de Guedes para os Correios, a Petrobrás, e outras grandes estatais, atacando direitos históricos dos trabalhadores para abrir caminho ao capital imperialista para lucrar em cima dos trabalhadores essenciais e das riquezas do nosso país.

Por isso, todos os sindicatos, partidos de esquerda, movimentos sociais, devem se colocar ao lado dessa luta. Em primeiro lugar a CUT, que dirige a Federação Nacional da ECT e o sindicato de Natal, deve romper com a paralisia que impôs durante toda a pandemia e batalhar para unificar as categorias que dirige com os trabalhadores dos Correios, pois não pode cometer o mesmo erro que cometeu na greve da Petrobrás de isolar a categoria, custando o emprego de milhares de petroleiros. É necessário que a CUT organize comites de solidariedade à greve em cada categoria do Rio Grande do Norte e de todo o país.

Mas também o deputado estadual Sandro Pimentel do PSOL, deveria colocar a sua tribuna na ALRN a serviço de fortalecer essa luta, chamando a cerca-la de solidariedade, batalhando pra que o SINTEST, que a sua corrente política MES faz parte da diretoria, se organize para estar do lado dos ecetistas. Chamamos também a CSP-Conlutas, dirigida pelo PSTU, que exija também à CUT e demais centrais que unifiquem suas categorias com a greve dos Correios, dando exemplo a partir da unificação dos dos trabalhadores organizados nos sindicatos que a CSP-Conlutas dirige, como a oposição do SINTE, o Sindsaúde-RN e o sindicato de Bancários.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui