www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Viernes 4 de Diciembre de 2020
12:01 hs.

Twitter Faceboock
TENSÃO NO ORIENTE MÉDIO
Irã derrubou o avião ucraniano “por erro humano”
Nicolás Daneri
Engenheiro Industrial | Docente UTN.BA | Pesquisador Conicet

O Presidente do Irã, Hassan Rouhani, e o ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, informaram que as conclusões preliminares de suas investigações indicam que “um erro humano” causou a tragédia e expressaram suas condolências.

Ver online

O presidente iraniano Hassan Rouhani disse em uma mensagem no Twitter: "A investigação interna das Forças Armadas concluiu que, lamentavelmente, os misseis disparados por erro humano causaram o horrível acidente do avião ucraniano e a morte de 176 pessoas inocentes”. As investigações continuam para identificar e processar esta grande tragédia e erro imperdoável.

“A República Islâmica do Irã lamenta profundamente este desastroso erro. Meus pensamentos e orações vão a todas as famílias de luto. Ofereço minhas mais sinceras condolências”, acrescentou Rouhani.

Segundo um comunicado do Estado Maior das Forças Armadas, o avião de passageiros, um Boeing 737-800, fez uma curva em direção a um local militar sensível pertencente a Guarda Revolucionária do Irã a uma altitude que o fazia parecer com um avião hostil, disse um comunicado.

O Ministro de Relações Exteriores iraniano, Mohammed Javad Zarif, escreveu no Twitter que “um erro humano em um momento da crise causada pelo aventureirismo dos EUA conduziu ao desastre”.

O acidente foi produzido um dia depois de a República Isamica lançar mais de uma dezena de misseis balísticos contra duas bases militares ianques no Iraque, que só causaram danos materiais, em represália pelo assassinato com drones no último 3 de janeiro do poderoso general iraniano Qasem Soleimaní em uma operação militar ofensiva e ilegal em Bagdad.

O reconhecimento do “erro humano” chega depois de as autoridades iranianas negarem repetidamente a hipótese de uma derrubada acidental com um míssil e denunciarem uma suposta “guerra psicológica contra Teerã”.

Sexta pela manhã tanto a inteligência estadounidense como canadense afirmaram ter provas de que o voo 752 da Ukranian International Airlines (UIA) poderia ter sido derrubado. Pontualmente o primeiro ministro canadense assegurou que o avião “foi derrubado por um míssil anti-aéreo iraniano”, ainda que disse pode ter sido por engano.

Ao menos 63 canadenses, em sua maioria de origem iraniana, viajavam no avião que fazia a linha Teerã-Kiev e que caiu pouco depois de decolar do Aeroporto Internacional Imán Jomeiní, causando a morte de seus 176 passageiros.

Sem dúvida este incidente acrescentará as tensões existentes na região. Nos próximos dias se verá se há uma continuidade da escalada guerreirista ou se, pelo contrário, e êxito aqueles que apostam em desescalar o conflito.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui