www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 16 de Septiembre de 2019
10:05 hs.

Twitter Faceboock
GREVE GERAL 14 DE JUNHO
Serviço Social da UERJ vota chamado à construção do dia 14 à UNE e a Oposição de Esquerda
Redação
Ver online

A juventude, em especial os estudantes, tem mostrado quanto estão dispostos a lutar contra os ataques do governo Bolsonaro à educação e aos direitos, no 15M e no 30M foram milhões em marcha por todo o país, uma força real que tem preocupado o governo.
Não é por menos, os ataques à educação são escandalosos e ainda querem nos fazer trabalhar até morrer com a reforma da previdência, mas a energia da juventude pode contagiar os trabalhadores, e unidos em uma só luta é possível derrotar Bolsonaro, Guedes, Moro e companhia.
A UNE, dirigida pela UJS, PT e Levante, que também dirigem nosso DCE aqui na UERJ deveria cumprir um papel fundamental de coordenação nacional da mobilização, impulsionando a partir de assembleias em cada Universidade e escola do país um comando nacional de delegados, que sejam eleitos para levar as propostas da base para os rumos do movimento. A separação entre os dias de luta e as pautas só server ao governo, nosso luta é mais forte unificada, estudantes e trabalhadores pela educação e contra a reforma da previdência, e essa coordenação nacional deve servir a isso. Nosso futuro não está em negociação como faz o PCdoB que apoiou o Rodrigo Maia para a presidência da Câmara, principal articulador da reforma da previdência, ou o PT que no Nordeste se disseram favoráveis à uma reforma da previdência alternativa.

A Oposição de Esquerda na UNE representada pelos coletivos de juventude do PSOL deveria utilizar seu peso e a visibilidade para fazer um chamado, a juventude para se ligarem aos trabalhadores por esses métodos democráticos para o movimento e também figuras como Boulos nacionalmente e outros parlamentares do PSOL, que no Rio tem bastante peso, poderiam estar cumprindo esse papel.

Fazemos um chamado as entidades estudantis que organizem assembleias em seus cursor para debater na base a proposta de paralisação e participação dos estudantes junto com os trabalhadores no dia 14. E uma exigência ao nosso DCE que não preparou o dia 30M e não está convocando o dia 14, que convoquem uma assembleia geral urgente para que possamos seguir com a força que vem expressando o movimento estudantil e aliados aos trabalhadores fazer um forte dia de greve geral contra o governo Bolsonaro, os cortes e a reforma da previdência, pois exigimos nosso direito de estudar sem trabalhar até morrer!

Assembleia do estudantes de do Serviço Social da UERJ – 06/06/2019

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui