www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 13 de Noviembre de 2019
01:55 hs.

Twitter Faceboock
HISTÓRIA DO BRASIL NEGRO / ESCRAVIDÃO E RACISMO /
O povo negro na história do Brasil – anotações históricas sobre um país escravocrata
Gilson Dantas
Brasília
Ver online

Quais os marcos de um processo histórico no qual um pequeno país europeu “globalista”, Portugal, tomou posse e pilhou secularmente nosso país? Um Portugal que – lado a lado com a nascente burguesia nativa brasileira – exterminou os povos originários e submeteu a ferros milhões de integrantes do povo negro trabalhador, levantando grandes capitais encharcados do sangue e do sofrimento da classe trabalhadora negra nas nossas terras?

Que elementos desse processo como ele foi, no real, é ocultado nos livros escolares?

Portanto, como e por que a burguesia escravagista portuguesa fundou um país colonial e, essencialmente, construiu uma cultura racista, de tradição escravocrata, que marca profundamente nossa vida social até hoje e que segue sendo funcional para os novos donos do poder capitalista?

Quais os elementos de resistência e luta do povo negro naqueles séculos coloniais?
Por que nossos verdadeiros mártires e heróis são geralmente anônimos e de pele negra? Por que tudo isso e muito mais é ocultado ou dissimulado nos livros escolares?

Com preocupações dessa natureza, foi realizada uma palestra [12/4/19] , seguida de debate, que procurou contar um resumo dessa nossa história, como colônia e império, onde a construção do país esteve absolutamente fundada na exploração e opressão escravista do povo negro.

Essa palestra foi realizada com a participação de professores e alunos de uma turma do segundo grau, com esse marco: debate sobre a história do povo negro, no Brasil colonial e imperial.

Rico debate marcou a sequência da palestra, na qual apareceram distintas dimensões da classe trabalhadora arrancada da África impiedosamente e que construiu nosso país escravo.
Em prol de uma burguesia portuguesa e nativa que acumulou seu capital nas costas daquela classe trabalhadora negra. O destaque foi a resistência histórica do povo negro, ao longo do tempo, incluindo a aurora da classe trabalhadora moderna.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui