www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Domingo 15 de Septiembre de 2019
18:01 hs.

Twitter Faceboock
CARNAVAL
“Uma laranja para mim e uma banana para vocês”! Marchinha denuncia Bolsonaro no carnaval
Redação

“Uma laranja para mim e uma banana para vocês”! Mais uma marchinha de denúncia contra Bolsonaro promete ser sucesso no carnaval.

Ver online

Finalmente chegou o carnaval. E, este ano, a festa promete ser também palco de protestos e reivindicações contra o atual governo. Na internet, já são muitas as manifestações em forma de fantasias irônicas, sambas e marchinhas denunciando alguns dos absurdos cometidos pela gestão Bolsonaro.

Em Jacareí, no interior de São Paulo, o compositor Murilo Cambuzano assina mais um desses protestos, ao lado de colegas.

Na marchinha “Tá ok, tá ok!”, o grupo ri para não chorar dos mal feitos do governo, que aumentam a cada dia mais. “Em todas as medidas, carnaval é um movimento popular, que vem legitimamente do povo. As cidades e as ruas são ocupadas com alegria e também com protesto. As nossas marchinhas – e tantas outras – nascem daí, um grito do que o povo quer, acredita e luta!”, explica Murilo o porquê de usar o carnaval como espaço de luta e denuncia.

Apesar da “alta” dos bloquinhos e marchinhas, que antes ficavam concentrados em cidades do interior mais “tradicionais” e hoje tem tomado as ruas das grandes capitais, o compositor ressalta a importância das escolas de samba e seus enredos carregados com mensagens sociais. “E não podemos esquecer dos enredos das escolas de samba, que exaltam nossas raízes , têm critica social e revivem em suas letras figuras que fizeram muito pelo povo!”, conclui Cambuzano.

Enquanto muitos têm outra visão do carnaval, como um palco para bagunça ou excessos, o músico ainda exalta o outro lado. “Hoje em dia o pessoal tem esse moralismo exaltado e colocam essa visão no carnaval. É exatamente o oposto: nós tomamos porrada o ano inteiro e o carnaval é a chance do troco. Uma exaltação ao povo, da liberdade e alegria! Uma forma de dizer ‘Bolsonaro, a gente não vai calar a boca, não!’”

A composição foi criada ainda em dezembro, antes da posse de Bolsonaro, e inspirada especialmente nos posicionamentos e propostas de campanha do atual presidente. Murilo comentou sobre as efetivas decisões do presidente nos primeiros meses de governo. “No fundo, tínhamos esperança que não fosse tudo aquilo que a campanha vendia para o Brasil. Na realidade, está sendo ainda pior. Cantamos a marchinha hoje e percebemos que as mensagens dos nossos versos se agravaram ainda mais. Onde tinha uma laranja, hoje tem uma super laranjada. Sem contar os direitos sociais que de fato estão indo embora, a política armamentista, os escândalos de corrupção que vão ganhando luz, entre outras”, lamenta o compositor.

O Esquerda Diário se solidariza com os versos e divide, a seguir, a marchinha para que vocês também possam cantar – e protestar - no carnaval.

Tá okei! Tá okei! (Murilo Cambuzano e parceiros)
Muita atenção vai falar o presidente, um sujeito carinhoso que adora a sua gente!
Todo mundo de arminha na mão pra celebrar o fim da corrupção!
Muito prazer, eu sou seu capitão!
Não é fake news, eu venci a eleição!

Tá okei, tá okei, tá okei, tá okei!
"Ele não" pras feministas, pros quilombos e pras leis!
Tá okei, tá okei, tá okei, tá okei!
"Ele não" pros ativistas, pros cotistas e pras gays!

Acredite: eu gosto de você! Mas esqueça a tal CLT!
É melhor já ir se acostumando: vai ser sempre carnaval, quero ver você sambando!

Tá okei, tá okei, tá okei, tá okei!
"Ele sim" pro motorista que me trouxe num Del Rei
Tá okei, tá okei, tá okei, tá okei!
Uma laranja para mim, uma banana pra vocês!

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui