www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Martes 22 de Octubre de 2019
21:49 hs.

Twitter Faceboock
Após diversos casos de homofobia na Copa da Rússia, Liniker cancela show
Douglas Silva
Estudante da UFJF
Ver online

Como ato político contra os vários casos de homofobia relatados na Copa da Rússia e com “mensagens de fãs preocupados”, Liniker comunica cancelamento de show na Rússia e faz críticas ao governo de Putin.

A cantora se apresentaria com a banda Os Caramelows neste sábado (30) na Casa Brasil, espaço dedicado à cultura brasileira na Copa do Mundo.

"Mesmo sabendo de episódios críticos de homofobia no país, [a cantora e sua banda] consideraram, em um primeiro momento, fazer da sua participação um ato político", diz uma nota divulgada pela assessoria de imprensa.

"Após o início da competição, muitos casos de ataques a LGBTs ocorreram e é revoltante ver a maneira como o governo russo lida, ou melhor, não lida com a situação, como se alimentasse a intolerância."

A União Soviética que foi o primeiro país a cumprir a descriminalização da homossexualidade, hoje - após todos os retrocessos fruto da burocratização do estado operário no comando de Stalin e da restauração capitalista - se encontra no centro de vários relatos de homofobia durante a Copa do Mundo e das políticas levadas a cabo pelo governo russo, como a lei aprovada em 2013 que veta a “propaganda gay” como forma de promover os “valores tradicionais russos” e contra o “liberalismo ocidental”.

A lei prevê multas de até 5.000 rublos (R$304) ou prisões à quem “promover relações sexuais não tradicionais”.

Sendo assim, Liniker e o grupo Caramelows, depois de várias mensagens de fãs preocupados anunciaram o cancelamento do show.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui