Educação

28A

Zona Norte de São Paulo contra os ataques de Temer no 28A

quinta-feira 27 de abril de 2017| Edição do dia

Nesta quinta-feira, dia 27 de abril, ocorreu uma aula pública sobre os ataques que o golpista Temer e esse congresso corrupto descarregara em cima dos trabalhadores. Comunidade, alunos, professores e demais trabalhadores se encontraram às 9 horas na Praça do Jaçanã, localizado no bairro de mesmo nome. O ato, além de ajudar a esclarecer dúvidas sobre as reformas de Temer, ajudou a mobilizar trabalhadores e jovens para o importante dia de paralisação geral do 28A.

No dia 28, 10 horas, em frente ao colégio Municipal Derville, na avenida Voluntários da Pátria 777, próximo ao metrô Portuguesa Tiete, ocorrerá uma concentração para um ato do dia 28A na Zona Norte. O ato foi chamado no intuito de mobilizar e organizar a zona norte contra os ataques dos golpistas, por estudantes, professores, comunidade e trabalhadores da região.

A força da classe operária brasileira é capaz, apesar de suas direções, de fazer uma das mais contundentes ações organizadas das últimas décadas. É preciso derrotar todo o plano de ajustes mas é preciso derrubar este governo golpista. Nenhuma trégua com o governo, construir uma greve geral até derrubar Temer e as reformas. Tomemos a luta em nossas mãos, exigindo um plano de lutas e um encontro nacional com delegados eleitos na base em cada fábrica e local de trabalho em todo o país. Vamos impor uma Nova Constituinte pra que sejam os capitalistas que paguem pela crise.

É imprescindível que o 28A seja um grande dia de paralisação e luta. Podemos e temos a força suficiente para barrar os golpes, e com isto derrubar o ilegitimo Governo Temer. Que este dia seja um grande impulsionador para as consequentes batalhas que virão, pois apenas o dia 28 não será o suficiente, mas será chave para aglutinar, mobilizar e dar andamento a luta em curso.

Venha e junte-se a essa importante batalha contra os golpistas!
CONSTRUIR A GREVE GERAL ATÉ DERRUBAR TEMER E AS REFORMAS. POR UMA NOVA CONSTITUINTE IMPOSTA PELA LUTA!




Tópicos relacionados

#28A   /    Educação   /    Professores   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar