Gênero e sexualidade

PL 504

Virgínia Guitzel: “Abaixo a PL que invisibiliza e discrimina as crianças LGBTQI+"

O PL 504 tramita na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) desde agosto de 2020 e tem autoria de Marta Costa (PSD), mostra a cara mais reacionária da extrema direita. Seu projeto de lei proíbe a publicidade estatal para crianças em qualquer mídia ou veículo de comunicação que faça menção ou alusão a "preferências sexuais" ou a movimentos em defesa da diversidade sexual.

quinta-feira 15 de abril| Edição do dia

"Um retrocesso sem tamanho, que associa a educação sexual, a discussão sobre sexualidade e identidade de gênero, como algo "danoso" à criança, impondo uma suposta hetero e cisnormatividade para a sociedade.

Criminalizar a discussão, o acesso ao conhecimento, invisibilizar as crianças trans. É isso que está em pauta com esse projeto de lei. Somos o país que mais mata LGBTQI+ e a pandemia tem deixado um rastro de fome, precarização e morte sobre as nossas vidas.

Esse projeto potencializa a violência que sofremos. Dizem hipocritamente proteger as crianças, mas o que querem é destruir a liberdade dessas crianças. É a extrema direita quem mata crianças, que estupra meninas de dez anos. Os que que nos apontam o dedo com ódio proclamando a nossa morte nunca se preocuparam com as milhares de crianças que hoje passam fome no país.

A deputada Erica Malunguinho (PSOL), entrou com uma emenda ao artigo 1 da PL, para excluir a associação de pessoas LGBTQI+ a praticas danosas, algo extremamente criminoso. Mas apenas a força da mobilização pode derrubar essa extrema direita, que tem levado o país ao caos diante da crise sanitária, econômica e política e segue com sua carcaça reacionária atacando os direitos das mulheres, LGBTQI+, negras e negros e dos trabalhadores de conjunto.

Total repúdio ao PL e a extrema direita."




Tópicos relacionados

LGBTfobia   /    Gênero e Sexualidade   /    Educação Sexual   /    Extrema-direita   /    diversidade sexual   /    LGBT   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar