Logo Ideias de Esquerda

Logo La Izquierda Diario

SEMANÁRIO

POEMA: Vingança

Matheus Félix

POEMA: Vingança

Matheus Félix

Poema de Matheus Félix. Mande também seus poema e produções artísticas para o Esquerda Diário.

VINGANÇA

E se eu for a pé pro trabalho?
Veio 200 reais a menos esse mês
Pandemia me matando
E eu no presencial
Dizem que sou essencial
200 reais a menos
Informado como: outros descontos
Será que tenho atrasado mesmo?
O vale transporte é em dinheiro
Vou ter que usar pro leite
E se eu for a pé pro trabalho?
Eu chego atrasado mais um vez
O vale transporte é em dinheiro
Minha mãe está doente e precisa de medicação
E se eu for a pé para o trabalho?
Eu chego atrasado mais um vez
Pensando bem,
Esses valores
Não dá para o meu ônibus
Para pegar o 51
Tenho que descer 3 morros
Vou pro metrô
Esperar alguém para passar o cartão para mim
Que vergonha!
Vou ter que ir a pé para o trabalho!
Mas tem duas crianças com febre
Que precisam do remédio.
Vou sim a pé pelo trabalho!
Saio mais cedo!
Para chegar a tempo
Ju ligou!
Pediu para esperar na porta do metro
Irei andar meio caminho a pé para o trabalho
Mas ainda dói
O corpo,
A cabeça
E a mente.
Eu sei que eu posso ser mais
Mas na portaria
É difícil de respirar junto
"Amadurece a ideia de que a gente vai fazer a nossa vingança"
30 ligações
40 ligações
80 ligações
240 ligações
A meta não foi batida
Voltarei a pé do trabalho
E no caminho eu planejo minha vingança
Eu tenho o nome de quem me deve
Cada
suor
Cada
lágrima
que
desce.

veja todos os artigos desta edição
CATEGORÍAS

[Carcará - Semanário de Arte e Cultura]   /   [Classe Trabalhadora]   /   [Juventude trabalhadora]   /   [Trabalhadores]   /   [Arte]   /   [Poesia]   /   [Cultura]

Matheus Félix

Comentários