Educação

PEC Emergencial

URGENTE: Congresso promulga PEC que congela salários de professores e trabalhadores da saúde até 2036

Votação da medida teve início Senado e sua conclusão aconteceu na madrugada da última sexta-feira (12) na Câmara dos Deputados.

segunda-feira 15 de março| Edição do dia

FOTO: Alan Santos/PR

O Congresso Nacional acaba de promulgar sessão solene nesta segunda-feira (15) a Proposta de Emenda à Constituição, chamada PEC Emergencial, que viabiliza a volta do auxílio emergencial, mas com valores até 3 vezes menores.

Presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a sessão solene também contou com a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Como já noticiado aqui no Esquerda Diário, a PEC Emergencial ataca diretamente os salários dos servidores públicos com o congelamento de reajustes até, pelo menos, 2036.

LEIA MAIS: Com os piores salários do mundo, professores no Brasil terão salários congelados até 2036




Tópicos relacionados

Colapso da saúde   /    Rodrigo Pacheco   /    Arthur Lira    /    Bolsonaro   /    Auxílio emergencial   /    PEC Emergencial    /    Paulo Guedes   /    Governo Bolsonaro   /    Educação   /    Educação   /    Economia   /    Política   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar