×

Greve da GM | Trabalhadores da GM de São Caetano aprovam continuidade da greve mesmo com ameaças do TRT

Trabalhadores da General Motors decidiram hoje(14) pela manutenção da greve a despeito da decisão autoritária do TRT-SP que determinou o retorno ao trabalho. O Sindicato orientava pelo fim da greve, mas a base dos trabalhadores votou pela permanência.

quinta-feira 14 de outubro | Edição do dia

Foto: Esquerda Diário ABC

Em assembleia realizada na manhã desta quinta(14) na fábrica da General Motors (GM) em São Caetano do Sul/SP as trabalhadoras e trabalhadores decidiram pela continuidade da greve. Ontem à noite o Tribunal Regional do Trabalho decidiu em medida autoritária pela volta dos trabalhadores a seus postos, quebrando o direito mínimo de greve.

Mesmo com esta decisão autoritária do Tribunal e a despeito da orientação do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano do Sul. que direcionava para o fim da greve, os trabalhadores determinaram a sua manutenção.

Leia também: Comitê da UFABC se solidariza com trabalhadores da GM

Dentre as reivindicações dos trabalhadores estão a manutenção da cláusula 42 do Acordo Coletivo, que garante a estabilidade de emprego aos acidentados. Justamente aqueles que mais necessitam da garantia de seus direitos, uma vez que sua condição física e mental foi prejudicada ali mesmo, dentro da planta da fábrica.

Um desses trabalhadores acidentados deu um relato ao Diário do Grande ABC que reproduzimos aqui: “Foi mantida uma cláusula que não devia nem ter sido discutida. No contexto geral, não houve propostas. Resumindo, foi uma decisão precária aos trabalhadores”, declarou. Segundo ele a mais de 1000 operários nestas condições de acidentados.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias