×

Trabalhadores da USP | Todos ao ato nesta quarta-feira em apoio aos trabalhadores do bandejão da USP

Desde o dia 12 de janeiro, os trabalhadores do restaurante da USP paralisaram as atividades devido à intransigência da Superintendência da SAS e da Reitoria da USP em garantir testagem para os funcionários diante de uma explosão de mais de 10 casos de COVID confirmados na época e outro tanto suspeito, que já alcançam hoje 16 confirmações.

sexta-feira 21 de janeiro | Edição do dia

A Universidade de São Paulo passa por uma situação crítica. Em praticamente todas as unidades explodem dezenas de casos de COVID, e a postura da Reitoria é de exigir que os trabalhadores sigam vindo até a USP sem garantia de testagem e correndo o risco cotidiano de se contaminar, contaminar seus colegas e familiares e também colocando em risco os estudantes que tem ido se alimentar no bandejão. E isso, quando a maioria do trabalho na USP poderia seguir sendo feito de maneira remota, já que a perspectiva é que os estudantes retornem presencialmente somente a partir do dia 06/03, e estão, inclusive nesse momento, em período de férias.

Confira: Trabalhadores do bandejão da USP protestam contra o descaso da reitoria e exigem testagem

Diante disso os trabalhadores da USP realizaram uma assembleia no dia 20/01 e aprovaram um indicativo de greve sanitária para a próxima semana caso a Reitoria não receba o sindicato e negocie a suspensão do trabalho presencial condicionado à data da volta às aulas presenciais. Além disso debateram a necessidade de cercar de solidariedade a paralisação dos trabalhadores do bandejão, que seguem firmes mostrando o caminho de como devemos agir para poder defender nosso direito à vida diante da intransigência e irresponsabilidades dos Reitores e Governos.

Para isso foi aprovado um ato na frente da Reitoria, ao meio-dia, no dia da posse do novo Reitor, fazendo um chamado à toda a categoria, mas também aos estudantes, professores e demais entidades de luta a se somarem nesse ato, que para além de cercar de solidariedade a paralisação dos trabalhadores do bandejão, também pretende denunciar o descaso da Reitoria e dos governos com a vida do povo trabalhador.

TODOS AO ATO. NESTA QUARTA-FEIRA, 26/01, MEIO-DIA. Em frente à Reitoria da USP

Veja também: A Reitoria da USP quer que trabalhemos com Covid: o que precisamos diante da ômicron




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias