Juventude

ESCOLAS OCUPADAS RJ

Tentativa de reintegração de posse do CE Mendes de Moraes é barrada

terça-feira 12 de abril de 2016| Edição do dia

Nesta segunda feira 11 de abril a Justiça do estado do Rio de Janeiro determinou a reintegração de posse do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, localizado no bairro da freguesia na Ilha do Governador, e primeiro a ser ocupado pelos estudantes. Na parte da noite desta segunda feira, o desembargador Sergio Seabra decretou a suspensão da mesma liminar ate re-examinação na Câmara dos Vereadores.

A juíza Neusa Regina Larsen de Alvarenga Leite que deferiu a liminar de reintegração de posse do colégio afirmou que o direito à manifestação é legítimo e não pode ser um empecilho para a educação. Segundo o governador em exercício Dornelles as desocupações serão feitas de forma "pacífica" e a PM não será utilizada para a reintegração de posse.

Frente ao argumento de que a ocupação é um empecilho à Educação, a Justiça reivindica a validade da luta dos estudantes e que longe de ser um empecilho é uma luta por "melhorias da qualidade da educação".

Independente da reintegração de posse ter sido barrada na justiça, os estudantes e também os professores e servidores públicos devem unificar as lutas e impor ao Estado uma saída pela esquerda à crise do Estado que ao mesmo tempo que diz não ter dinheiro para pagar salários perdoa dividas às grandes empresas. Já são mais de 20 escolas ocupadas, e esse movimento deve crescer ainda mais, e colocar abertamente uma saída que garanta a Educação pública, gratuita e de qualidade para todos, algo que não interessa aos governos, mas sim aos estudantes, trabalhadores das escolas, e professores, também em greve contra os ataques do governo Pezão-Dornelles. Apoiar ativamente essa luta hoje é fundamental.




Tópicos relacionados

#OCUPATUDO   /    Rio de Janeiro   /    Juventude

Comentários

Comentar