Política

1º DE MAIO

Temer não tem vergonha de cortar nossos direitos, mas sim de fazer um comunicado no 1º de Maio

sexta-feira 28 de abril de 2017| Edição do dia

Segundo a agência Estado, enquanto auxiliares acompanham o desenrolar da greve geral contra as reformas, Temer vai gravar hoje um vídeo para circular apenas nas redes sociais com uma mensagem pelo dia 1º de Maio. A ideia de Temer, que evitará a cadeia nacional de rádio e TV, é fazer uma defesa das reformas trabalhistas e previdenciária. Segundo fontes, o vídeo vai repetir formatos que vem sendo utilizados por Temer, com uma mensagem "curta e direto ao ponto".

Há a previsão de que Moreira Franco - que é responsável pela comunicação do Planalto - possa fazer um "balanço" no fim do dia. A iniciativa, ainda não confirmada, era comum durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, que escalava ministros para conversarem com a imprensa e responder aos protestos.

Isso mostra a crise de popularidade na qual se encontra o governo golpista de Temer que com seus 4% de aprovação não pode nem mesmo fazer o tradicional comunicado no 1º de Maio por não poder enfrentar o povo trabalhador. Por outro lado, pelo conteúdo do que Temer pretende comunicar, teria mais sentido fazer um comunicado aos empresários e capitalistas, estes sim irão aplaudir de pé sua defesa às reformas que pretende descarregar a crise nas costas dos trabalhadores e do povo pobre.

Fonte: Agência Estado

Leia também: Preparar uma greve geral até derrubar Temer e as reformas! Por uma Constituinte Livre e Soberana imposta pela luta




Tópicos relacionados

#28A   /    Política

Comentários

Comentar