Mundo Operário

GREVE PETROBRAS

Sindicato patronal dos postos desmente Petrobras: vai faltar combustivel

sexta-feira 6 de novembro de 2015| Edição do dia

Problemas mais graves de abastecimento de combustíveis como consequência da greve dos petroleiros da Petrobras, iniciada na quinta-feira passada, 29, deverão ser sentidos nos postos de gasolina em meados da próxima semana. A previsão é do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom).

"Não temos preocupações para hoje, amanhã e sábado. Agora, a greve está afetando a produção nas refinarias e podemos ter problemas em meados na semana que vem", disse Luciano Libório, diretor de Abastecimento da entidade patronal à Agência Estado.

O sistema de distribuição de gasolina, diesel e outros combustíveis fica de certa forma imune a ações grevistas porque a maior parte do transporte dos produtos para as distribuidoras é feito por dutos, segundo Libório. Somente algumas poucas refinarias e produtos têm de ser abastecidos diretamente.

Porém, com menor produção de petróleo a capacidade de refino das refinarias diminui e consequentemente o que elas podem escoar para as distribuidoras, por duto ou não.

Dessa forma, o Sindicom já detectou problemas no interior da Bahia e no Paraná, com diesel marítimo.

O Esquerda Diário conversou com um dos editores do portal, o petroleiro Leandro Lanfredi sobre esta questão, ele afirmou "se houver falta de combustíveis a culpa será do governo Dilma que insisti no arrocho salarial aos petroleiros e em um projeto de privatização da empresa. Os petroleiros estamos defendendo a empresa, o petróleo nacional e nossos direitos."

Esquerda Diário / Agência Estado




Tópicos relacionados

Greve dos Petroleiros   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar