Política

SP: REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Será votado hoje em segundo turno mais um duríssimo ataque de Dória aos servidores de SP

Após aval arbitrário de Tofolli que derrubou as liminares do Tribunal de Justiça de São Paulo, foi aprovada ontem (18) em primeiro turno , o texto base da reforma da previdência em SP, a votação em segundo turno será nesta quarta-feira (19), as 16 hrs na Alesp.

quarta-feira 19 de fevereiro| Edição do dia

Rubens Cavallari/Folhapress

Após aval arbitrário de Tofolli que derrubou as liminares do Tribunal de Justiça de São Paulo, foi aprovada ontem (18) em primeiro turno , o texto base da reforma da previdência em SP, a votação em segundo turno será nesta quarta-feira (19), as 16 hrs na Alesp.

A votação feita as pressas após a decisão de Tofolli, foi aprovada com 57 votos favoráveis a 31 contrários, e precisa dos mesmos 57 votos para ser aprovada em segundo tuno na sessão de hoje.

A reforma dos servidores além de aumentar a idade mínima , muda a forma do calculo e aumenta de 11% para 14% a contribuição previdenciária, limita o acumulo de benefícios e modifica regras da pensão por morte.

Esse ataque irá afetar 550 mil aposentados e pensionistas e mais de 643 mil servidores ativos. Enquanto eleva a alíquota dos servidores estaduais, com professores por exemplo,os policiais militares terão suas alíquotas reduzidas, além de estarem de fora da reforma.

A urgência em que esse texto foi encaminhado na Assembleia Legislativa de São Paulo, mostra mais uma vez, a quem o governo Dória serve, em consonância com o governo de Bolsonaro. Enquanto atacam direitos elementares dos trabalhadores, que terão que trabalhar até morrer, ou morrer trabalhando, favorecem os capitalistas, empresários, patrões que terão mais instrumentos para a exploração, contando com uma classe trabalhadora com cada vez menos direitos e sem perspectivas de o mínimo se aposentar e favorecem o aparato repressivo para poder garantir seus ataques com mais violência.

Pode te interessar: Urgente: Toffoli dá aval para Dória seguir com ataque a aposentadoria dos servidores de SP




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    João Doria   /    Reforma da Previdência   /    Política

Comentários

Comentar