Política

Semana Acadêmica na FAPSS se iniciou com profunda análise sobre a realidade brasileira

Na segunda-feira (06), primeiro dia da 51ª Semana Acadêmica de Serviço Social, a FAPSS de São Caetano do Sul promoveu uma mesa com o tema: “A dinâmica do desenvolvimento e do atraso político, social e econômico no contexto brasileiro”, com a presença de um convidado do portal Esquerda Diário, professores e movimento estudantil.

quarta-feira 8 de maio| Edição do dia

O debate da mesa, composta pelo convidado Iuri Tonelo (Doutorando em Sociologia pela UNICAMP/SP e editor do portal Esquerda Diário), Suelma Deus (Assistente Social e docente da faculdade) e Luiz Fernando (representante do Centro Acadêmico), traçou perspectivas para a organização dos estudantes e como essa potência pode se transformar em força motriz contra a reforma da previdência e todos os ataques à Educação, junto aos trabalhadores que também lutam contra o sequestro da vida que o novo governo quer impor. O convidado colocou sua visão sobre o cenário atual e as condições que se apresentam nos quatro meses do governo Bolsonaro, resgatando aspectos históricos e analisando o momento de pré-eleições até chegarmos nessa condição reacionária, legitimada pelo Estado. Através de uma exposição muito política, mas também filosófica, nos colocamos no exercício da reflexão através de pensar a história. Exemplificou a força das ideias e da ciência, citando Galileu que teve que jurar diante da inquisição que sua teoria de que a terra orbitava em torno do sol era mentirosa, diz-se que ao fim murmurou: no entanto ela se move. Apesar de todos os ataques que enfrentou continuo a escrever e a pensar. A luz dessa exposição podemos refletir de forma mais totalizante o contexto em que vivemos e qual ação nos cabe ter diante dele.

Os alunos e professores presentes mostraram bastante acordo com a fala de Iuri. Abriu-se o debate em torno da atualidade do Brasil e do mundo e quais as perspectivas para o movimento estudantil e para o conjunto dos trabalhadores.

“Nesse momento Bolsonaro vem sofrendo duras críticas por levar adiante seu projeto de ataque às universidades, Abraham Weintraub, o novo ministro da educação, anunciou um corte de 30% de verbas da pasta e chamou de migalhas os 5 bilhões que irá contingenciar, mas o verdadeiramente estarrecedor é o argumento que ele utiliza, de que se a reforma da previdência for aprovada ele suspende o contingenciamento de verbas, uma chantagem barata que tenta aniquilar o futuro dos jovens e frear qualquer disposição de luta do conjunto da sociedade brasileira.” – Disse representante do Centro Acadêmico: Gestão Marielle, Presente!

A atividade na FAPSS São Caetano abriu entre os estudantes de Serviço Social uma reflexão que aponta os caminhos de construção do movimento estudantil em aliança com a classe trabalhadora para barrar a reforma da previdência e os ataques de Bolsonaro às universidades. A Semana Acadêmica continua até sexta-feira (10) e conta com a participação de todos os estudantes, professores e comunidade para pensar juntos o melhor combate aos ataques do governo Bolsonaro que tem planos brutais contra nossa classe.

Confira evento no Facebook: 51° Semana Acadêmica da Fapss Scs




Tópicos relacionados

FAPSS-SCS   /    Faísca - Juventude Revolucionária e Anticapitalista   /    ABC paulista   /    Política

Comentários

Comentar