VIOLÊNCIA POLICIAL

Segundo ONG, 81 crianças foram mortas pela violência policial no Rio entre 2007 e 2020

De acordo com Antônio Carlos Costa, presidente da ONG Rio de Paz, entre 2007 e 2020, 81 crianças de 0 a 14 anos foram mortas por balas perdidas no Rio de Janeiro. Mostrando dados ainda mais escandalosos, no ano passado, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública realizou um levantamento que demonstrou que somente entre 2017 e o primeiro semestre de 2020, 99 crianças e adolescentes de 0 a 19 anos foram assassinadas por policiais no Rio.

terça-feira 23 de fevereiro| Edição do dia

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Ontem nos deparamos com mais uma vítima desse absurdo: Ray Pinto Faria, de 14 anos, foi assassinado pela polícia enquanto mexia no celular na porta de sua casa em Campinho, na zona norte do Rio. Ele foi abordado, levado pelos policiais e depois encontrado morto. No início do mês, a menina Ana Clara, de apenas 5 anos também foi assassinada pela polícia enquanto brincava com o irmão na frente da sua casa em Niterói.

Leia mais: Uma criança negra de apenas 14 anos, foi assassinado pela polícia sanguinária e racista

O levantamento realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que em três anos, policiais mataram ao menos 2.215 crianças e adolescente de 0 a 19 anos no país, sendo que 69% dessas crianças e adolescentes eram negros. O estado do Rio de Janeiro ocupa o primeiro lugar no ranking de mortes de crianças e adolescentes pelas mãos da polícia. Além disso, foram 700 vítimas entre 2017 e o primeiro semestre de 2020 e mais da metade não possui registros de idade.

Pode te interessar: Polícia matou mais de 2215 crianças e adolescentes em três anos no país

Os dados de mortes pela polícia estão subindo no Rio. É inaceitável que essa realidade persista e que tantas crianças, jovens e trabalhadores, percam suas vidas vitimados pelas mãos da polícia. O projeto genocida e racista da polícia e do Estado, que também é responsável, continua e se aprofunda com o incentivo e aval de Bolsonaro.




Tópicos relacionados

Brutalidade policial   /    Racismo Policial   /    Rio de Janeiro   /    Violência policial   /    [email protected]

Comentários

Comentar