×

Aumento da pobreza | Renda média do trabalhador brasileiro despenca e tem o menor valor em uma década

Em 2021, a renda média real foi estimada em R$ 2.449 por mês. É o valor mais baixo de todos os trimestres da série histórica do IBGE, iniciada em 2012.

sexta-feira 7 de janeiro | Edição do dia

Durante a pandemia do coronavírus, vimos o desemprego crescer brutalmente, alcançando patamares jamais vistos antes. Comércios fecharam, multinacionais, como a Ford, deram adeus ao Brasil, setores inteiros foram demitidos, dentre outros casos grotescos, deixando os trabalhadores de mãos atadas, sem renda para sustentarem suas famílias no meio da crise e da alta no preço dos alimentos.

Após a destruição de empregos nessa fase inicial da pandemia, a reabertura de vagas, que prometia voltar para como era antes do Corona Vírus, se mostrou como completamente insuficiente, e vem sendo marcada por salários mais baixos no Brasil. Sinal disso é que, no trimestre encerrado em outubro de 2021, quando a taxa de desemprego recuou para 12,1%, a renda média do trabalho voltou a cair e atingiu o menor nível em quase dez anos no país.

Essa é uma das conclusões da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), cujos dados foram divulgados nesta terça-feira (28) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No trimestre até outubro, a renda média real, habitualmente recebida pelos trabalhadores ocupados, foi estimada em R$ 2.449 por mês. É o valor mais baixo de todos os trimestres da série histórica do IBGE, iniciada em 2012.

Esses dados ilustram o descarrego da crise capitalista, que começa em 2008 e até hoje não encontrou solução, nas costas dos trabalhadores. É a classe trabalhadora, através da uberização, da terceirização, e da precarização dos trabalhos como um todo que está pagando pela crise criada pelos burgueses.

Basta! Nossa vida vale mais que os lucros deles! Que os salários sejam ajustados junto da inflação! Se a inflação cresce, nossos salários devem crescer também e na mesma proporção!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias