×

Olímpiadas | Rayssa Leal, a Fadinha, faz história do skate e ganha prata nas Olímpiadas

Rayssa Leal, conhecida como Fadinha, faz história no skate e aos 13 anos é a mais nova atleta brasileira da história dos Jogos Olímpicos.

segunda-feira 26 de julho | Edição do dia

Foto: Richard Callis/Fotoarena/Estadão Conteúdo

A atleta maranhense Rayssa Leal, 13, conhecida também como Fadinha, pela fantasia que usava em seu início no esporte, conquistou a medalha de prata no skate street na madrugada desta segunda-feira e entra para a história como a atleta brasileira mais nova a subir no pódio.

Momiji Nishiya, também de 13 anos levou o ouro com 15.26, enquanto Funa Nakayama, de 16, terminou com o bronze com 14.49. Aori Nishimura, atual campeã mundial e número 3 do mundo, terminou a competição em oitavo lugar.

Pode interessar: Skatista Kelvin Hoefler ganha a primeira medalha do Brasil nas Olimpíadas de Toquio

Aos 11 anos Fadinha foi campeã brasileira e se tornou a competidora mais jovem a ganhar um circuito mundial. Também chegou ao vice-campeonato do mundo em 2019.

Em Tóquio, Rayssa liderou a final e terminou em segundo lugar, com a nota de 14.64. Em 2015 ela ficou muito conhecida quando um vídeo em que andava de skate vestida de fada fez sucesso nas redes sociais e a levou a participar de programas de televisão.

"Estou muito feliz porque pude representar todas as meninas, as que não foram para final, Pâmela e a Letícia, e as outras meninas do skate no Brasil. Realizei o sonho de estar aqui" disse Rayssa após a disputa "A gente pode provar que não é só para meninos".

Pode interessar: Cerimonia inaugural das olimpíadas com muitos protestos




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias